terça-feira, 14 de setembro de 2010

Augusto Cury

O pai da inteligência multifocal e investigador dedicado às temáticas de qualidade e vida e desenvolvimento da integilência chega até nós com o Livro "O Chamamento" ou o Volume I do Vendedor de Sonhos, relatando a história inesperada de um maltrapilho, dono de uma inteligência fora do comum, de um poder de argumentação extraordinário e ainda de uma capacidade social muito grande. O vendedor de sonhos vai reunindo à sua volta pessoas desesperadas que encontram nas suas palavras o conforto e a compreensão que não encontraram em parte alguma da sociedade onde estavam inseridos.

Esta saga do pensador maltrapilho, continua no segundo livro, "A revolta dos anónimos", o qual fiquei um pouco desiludida pois parecia que estava novamente a reler o primeiro livro, talvez os lesse próximos demais, até porque todos os livro, até agora lidos de Cury, foram sem dúvida autênticas fontes de conhecimento e provas da sua sabedoria como comunicador e terapeuta. Assim, fica a vontade de pegar novamente no volume II, até porque já saíram mais 2 ou 3 títulos novos. E eu ainda tenho tantos outros dele por divulgar aqui no blogue e desde já vos digo que o melhor de todos foi, sem dúvida, "Maria, a maior educadora da História", mas isso fica para depois...

Sem comentários :