domingo, 21 de outubro de 2012

Lançamento de "Um dia naquele Inverno"


Esta última sexta-feira tivemos a oportunidade (de última hora!) para ficar a conhecer "Um dia naquele Inverno" das palavras e mãos da autora, Sveva Casati Modignani.
Para uma plateia a meio gás, a autora dispensou a cortesia da tradução do Dr. Manuel Alberto Valente e deixou a apresentação do livro continuar exclusivamente em italiano alegando que todos compreendiam os seu discurso de dicção suave e pausada (que esta não fluente em italiano compreendeu na perfeição).

Ficamos a conhecer Léonie, a personagem principal (e igualmente o título da obra original) pelas palavras de quem a criou. Uma jovem francesa sem dinheiro e sem parentes, que casa com um dos descendentes da grande família Cantoni, donos de uma mansão às portas de Milão e proprietários há três gerações da homónima e prestigiada fábrica de torneiras.
Léonie entra na perfeita rotina familiar, compreendendo a regra de silêncio dos Cantoni, uma família complexa como todas, principalmente as mais poderosas. Isso não a impede de ser uma esposa exemplar, uma mãe atenta e uma gerente talentosa, que, com bastante êxito, conduz a firma pelo mar hostil da recessão económica. No entanto, também ela cultiva o seu segredo, aquele que todos os anos, durante apenas um dia, a leva a largar tudo e a refugiar-se no Lago de Como.

Ao fim de tantos romances de Sveva Casati Modignani os seus fãs sabem que os espera uma grande trama familiar, repleta de intriga, segredos e romances, acima de tudo, um grande amor intemporal.
"Um dia naquele inverno" passa as páginas dos anos 20 até aos dias de hoje, colocando em cena personagens encantadoras: homens inteligentes, autênticos e perspicazes, que têm ao seu lado mulheres fortes e inigualáveis, capazes de os aconselhar e apoiar. 

Confesso que existem exemplares de outras obras da autora na família mas eu nunca li nenhum. Creio que "Um dia naquele inverno" será o primeiro. Creio que ouvir da criadora alguns dos aspectos que a levam a escrever é o que torna as obras interessantes aos meus olhos. Principalmente a razão para que as suas histórias sejam, maioritariamente, passadas em Milão e não em Roma (como questionado por um membro da assistência). 
"Roma è una città bellissima, ma non la amo" 

 O exemplar para a Mãe (fã da Sveva) e o exemplar edição limitada ,oferta aos participantes do passatempo que decorreu no Facebook para a amiga Neusa :)
Ambos autografados e com dedicatória. Sou uma óptima filha a oferecer prendas de Natal em Outubro!

Quanto ao evento, lamento não ter tido conhecimento mais cedo e teria comigo máquina fotográfica. Infelizmente não encontro fotografias disponíveis, nem na Porto Editora nem na página do Âmbito Cultural, entidade organizadora do evento no El Corte Inglês. 
Creio que não foi divulgado o suficiente, pelo menos o de sexta-feira mas espero que os que decorrem ao longo deste fim de semana estejam apinhados de fãs, que nós sabemos que existem em número considerável em Portugal.

Quanto aos próximos eventos em Lisboa, ainda vão a tempo de comprar o vosso exemplar e trocar algumas palavras com a autora enquanto o mesmo é autografado.

Garanto-vos que tudo vai terminar com um firme
Ciao!

Sem comentários :