sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Amor Carnal, de Pedro Pinto - Alfarroba


com uma linguagem: a nossa, a vossa (a dele)

simples...
estranha...
cativante...
o autor leva-me (nos)...
a passear pelos seus (meus) (nossos)

devaneios carnais...
anseios sexuais...

de uma mente: perturbada? A tua, a minha? todas!
de uma mente comum
qual? a nossa, a minha?
não a do autor!?
sim a do autor!!!

pequenas passagens pelo desejo...
de carne...
de sexo..
de amor...
de loucura...
e de amor, novamente.

pequenas vivências...
do dia a dia... rotineiro: chato!
da caça... desafiante: louca!
da conquista... ou da traição
prazer?
amor?
ou amor com prazer!?

o vício... quem o sexo? não: o amor.
ou o amor ao sexo!? 
ESCOLHE!
alimenta-te
...
mais sexo...
mais carne
mais tesão
alimenta-te

VÁ ARFANDO
não se deixe ir abaixo
as coisas devem ser bem feitas
com afinco,
sem medo
LEIA ESTA OBRA COM TESÃO!
... com um obsceno tesão de cérebro.


Pisque o olho ao risco
ARRISQUE
Sugue a sedução,
e leia este livro!

*

Uma breve crítica conjunta a AMOR CARNAL, de Pedro Pinto.
Por Efeitocris e Caracol Literário...
porque existem coisas que sabem melhor em conjunto!

4 comentários :

Elsar disse...

tou a ver que também o tenho de ler :p

EfeitoCris disse...

e assim iniciamos um novo capítulo para o nosso blogue!

philipa amaral disse...

Fiquei curiosa... :)

EfeitoCris disse...

Tens de ler a entrevista... a ver se ainda hoje a publico!