sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Novidades Planeta :: Jamie Mcguire

Com o lançamento de "A caminhar para o desastre" fiquei a conhecer o primeiro livro de Jamie Mcguire, "Um desastre maravilhoso". Ao ler a sinopse pergunto-me "como é que isto me passou ao lado?!"

Uma apresentação 2-em-1com livros que prometem ser muito interessantes. Vejo pelos comentários online que é um daqueles que se adora ou se odeiam. Gosto disso!

Mais informações no site


"Um desastre maravilho" é romance cheio de situações limite. Uma montanha-russa de emoções. Um livro sexy e viciante. Quando se mergulha no mundo de «Um Desastre Maravilhoso» fica-se irremediavelmente seduzido por uma história que pode ser doce e romântica, mas que é também obsessiva e disfuncional. 

BOA RAPARIGA
Abby Abernathy não bebe, não pragueja e trabalha muito. Abby acredita que está enterrada no nefasto passado, mas, quando entra no colégio, os seus sonhos de ter um novo começo sofrem um desafio numa noite.

MAU RAPAZ
Travis Maddox, sensual, bem-constituído e coberto de tatuagens é exactamente o que Abby precisa - e quer - evitar. Ele passa as noites a ganhar dinheiro num clube de combate e os dias no conhecido colégio Lothario.

DESASTRE IMINENTE?
Intrigado pela resistência de Abby ao seu charme, Travis entra na sua vida por uma aposta. Se perder, deverá viver em celibato durante um mês. Se Abby perder, terá de viver no apartamento de Travis por um período semelhante.

OU O PRINCÍPIO DE ALGO MARAVILHOSO?
De qualquer maneira Travis não faz a mínima ideia de que encontrou uma parceira de jogo à altura. Ou será o princípio de uma relação obsessiva e intensa que irá conduzi-los a um território inimaginável…  

e em « A Caminhar para o Desastre », temos a história do 'boy meets girl' contada pelo lado do Travis. Gosto disto!
Porque todas as histórias têm mais que uma versão.

Deixo-vos com a citação da mãe de Travis:
 «Ama intensamente… Luta ainda mais intensamente…»

Elsa, quando é que começas a ler livros de gente grande?!
:D
não sei!
:)

1 comentário :

Lina disse...

Eu adorei o primeiro livro, apesar de ser dirigido mãos para adolescente/jovens adultos. E agora só penso no segundo! Quero tanto um passatempo, seria a minha prenda de anos.
Bjs