Pesquisar neste blogue

A carregar...

sexta-feira, 16 de maio de 2014

"Infravermelho" de Nancy Huston - Divulgação/Breve Opinião

Setenta páginas depois e estou rendida.
Um livro diferente. Num misto de viagem à Toscana e viagem emocional, Rena Greenbalt expõe a sua vida, as suas memórias, os seus fantasmas, a sua educação e os seus infravermelhos.
Um enredo familiar alucinante e um tanto desapegado. Uma falta de calor parental que Rena cedo descobre nas investidas sexuais precoces (aqui apresentadas com curiosos detalhes) e também elas desapegas...
E assim se começa mais uma nova leitura.

Este livro foi adquirido pela Biblioteca Municipal de Vila Franca de Xira, consultem o site, aqui.
Desde já o nosso agradecimento.


Leia as primeiras páginas, aqui
Uma edição, SEXTANTE

Uma curiosidade sobre este livro é que anualmente, os ingleses, com o seu sentido de humor único, têm um prémio anual para o livro com pior sexo. Em 2013, o Literary Review’s Bad Sex Prize foi ganho por Nancy Huston, que derrotou oponentes de peso como E.L. James. A autora não compareceu à entrega do galardão mas mandou uma mensagem: “Espero que este prémio seja um incentivo para milhares de mulheres britânicas. Espero que tirem fotografias (close-ups) do corpo dos seus amantes em todos os estados de empenhamento e abandono.”
Informação retirada do artigo do Público.

Sem comentários :