quarta-feira, 4 de junho de 2014

"Hoje é melhor do que para sempre" - Opinião

​O romance erótico português está de boa saúde e recomenda-se!
S. D. Gold, pode desejar manter o anonimato mas de uma coisa tenho certeza, este será sem dúvida o primeiro de muitos livros a serem editados. E se assim for, eu serei com toda a certeza, uma das suas leitoras.


"Hoje é melhor do que para sempre" cativou-me pelo título e a história não desiludiu. Eu sempre fui a favor da máxima que o título nos transmite, seja através desta ou outra frase alusiva ao desejo de viver o agora, mesmo que o amanhã seja incerto.  Fiquei francamente surpreendida, não porque não confiava na qualidade da escrita da autora mas porque gostei de encontrar neste livro uma história que de certo modo me é familiar. Ao fim de duas ou três dezenas de páginas surgiram, no lugar de Viviane e Max, dois nomes e dois rostos que me são conhecidos e esse foi o principal motivo para ter gostado do livro. 

A história de Viviane e Maxwell cativa pela simplicidade e descomplicação com que os dois personagens se conhecem, se envolvem e passam momentos de prazer desenfreado sem nunca descurar a sua amizade cúmplice e fora do vulgar. 
É através de encontros escaldantes, repletos de investidas indecentes, muitas vezes em locais públicos que o par começa a criar uma ligação. Ah as cenas cenas intimas? São 5 estrelas!!! 
Desde os primeiros momentos percebemos que o entendimento que existe entre ambos é atracção em estado puro, uma conexão sexual e natural que cria aqueles momentos para consumirem o melhor que o outro tem para oferecer, para se satisfazerem mutuamente, sem falsas promessas de um envolvimento amoroso ou um futuro em conjunto. No entanto, sem se darem conta há um sentimento que nascem numa sub-camada protegida pela sua carapaça independente e despromovida de pudores.
Aqui não há dramas do passado que assombram o presente. Aqui é o futuro que traz as complicações, assim como a falta de comunicação, esse bicho de sete cabeças que tantos mal entendidos cria.
E é quando se está frágil e carente que a ausência do espírito, do corpo, da voz, do cheiro de alguém no faz perceber a falta que a pessoa faz e o que realmente significa para nós.

Uma leitura carregada de sensualidade, jogos eróticos e uma história que vai além da satisfação e do prazer a dois.  O sentimento que brota em redor do que seria uma aventura puramente carnal dá uma nova dimensão à história, assim como os momentos do dia a dia de Viviane e Max e restantes personagens que surgem para tornar a história mais completa, mais rica, tornando o par em algo mais do que dois peões do prazer, tornando-os humanos, com defeitos e qualidades que estão além das aventuras íntimas que vivem.

Um livro repleto de encontros do corpo e desencontros da mente, "Hoje é melhor do que para sempre" fez-me abrir os olhos de espanto com o virar da última página mas terminar a leitura com um sorriso​, porque a melhor promessa não é a do amor eterno, é que faremos o melhor por ele e por nós, todos os dias, enquanto durar.
Quando as pessoas envolvidas fogem ao formato standardizado pelos outros e pela sociedade, as regras que seguem para serem felizes são as suas e não as ditadas pelo convencional.

S.D. Gold, seja o S.D de Sara Diniz, Sandra Diogo o que for....ouve o que te digo, torna isto uma série e escreve a história de Sarah e Fred. :) Ou Edward :)
Vá, já estou a divagar!

​Um livro que ocupa um lugar de destaque na estante dos eróticos por ser o primeiro português. 
Parabéns à autora e boa sorte ​:)

Deixo-vos com o booktrailer e links para mais informações

2 comentários :

O Pião Jardim de Infância disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariusky Spínola disse...

Já o li e gostei da história!! Há alí pequenas nuances, antes de se falar sequer em Lisboa e no Chiado, que nos fazem pensar em personagens portuguesas! Gostei mas o final soube-me a pouco... Estava à espera de algo mais do género "Epílogo", algo que mostrasse realmente que viveram (ou que estavam vivendo) o "hoje" de forma mais intensa do que "para sempre " durante algum tempo...

E sim, tb axo que seria ótimo que a história de Sara e de Fred desse continuidade ao livro, trazendo assim tb novidades sobre a Vivi e o Max!!

Certamente será o primeiro de muitos desta "nossa" Gold!