Pesquisar neste blogue

A carregar...

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Leitura Arena - Saúde, Nutrição e Dietas l Dr. Hiromi Shinya e Ana Bravo- Opinião


Um livro poderoso e esclarecedor sobre alimentação, mas também sobre as doenças causadas por uma evolução incorrecta e angustiante em torno da dieta em geral. Os erros que geram doenças, especialmente as do aparelho digestivo que, segundo a opinião e a prática de mais de 30 anos do Dr. Shinya, influenciam todo o restante organismo e nomeadamente as sequenciais doenças de foro nervoso e psicológico.
Há em toda a mensagem de Shinya a ideia de que a comida nos passa uma energia vital, enzimática, essencial para a manutenção do nosso corpo, cérebro e emoções. Há todo um bioritmo que é proporcional ao que ingerimos e como.
Para além de uma melhor compreensão sobre o que comer, há também a consciencialização para a importância de conhecermos o nosso corpo e o que pode ser foco das doenças. O Dr. Hiromi alerta ainda para a importância do exercício moderado como um conjunto de acções facilitadoras e também um facilitador da vida das enzimas no nosso corpo.

Uma leitura muito interessante e um autor a acompanhar!

Pontos Positivos: facilidade de compreensão do texto e todo o sentido a que conduz, com explicações sucintas, mas explícitas e sem rodeios.
A importância da água e a forma de a beber.
Bom apêndice, funciona como um resumo dos pontos chave. 
Todo o alerta para as doenças e "atrofia" do intestino. 

Pontos Negativos: faltam receitas, truques, explicações precisas sobre o caminho a seguir, quase como um programa e em especial com receitas. O capítulo final, "Alimentos que curam", é útil, mas talvez pouco adequado à disponibilidade desses produtos.


No livro anterior fiquei agradavelmente surpreendida com a simplicidade e pragmatismo com que a mensagem e métodos do Dr. Shinya foram passados. Por isso, assim que saiu este "A Enzima Para Rejuvenescer" não me acanhei em pedí-lo à Arena e continuar a conhecer as propostas deste médico japonês.

Se no livro anterior estivemos centrados nas enzimas e em como obtê-las, essa saga continua aqui, mas acrescenta a preocupação com o envelhecimento das nossas células e de como isso altera a nossa força vital ou fluxo "ki". Ainda assim, a preocupação com a desintoxicação alimentar e celular continua a ser uma preocupação e uma linha condutora também neste livro.

Há em todo o livro uma preocupação em nos ensinar a recuperar o vigor da juventude, mas alertando para que cada vez mais esta falta de vigor ocorra cada vez mais prematuramente já que a alimentação, devido ao avança de toda a ciência e tecnologia, criam, alimentos processados em excesso e os nossos corpos estão cada vez mais entupidos e alérgicos.

Existem, neste livro, expressões e explicações já um tanto mais complexas que no anterior, na tentativa de nos alertar para o perigo que corremos devido ao excesso de lixo intercelular e de como isso obstipa todo o nosso "processamento" interno, atrapalhando toda a fábrica de reciclagem do nosso corpo.
Solução? Jejuar!!!
A sugestão do Dr. Hiromi é jejuar. Controlar o apetite através de período maiores de jejum desde o deitar até ao almoço, ingerindo apenas quantidade essenciais de água, boa água, e frutas e legumes não cozinhados. Portanto, o jejum é um jejum ligeiro.

Neste novo volume sobre enzimas, o médico japonês renova a chamada de atenção para o benefício de consumir legumes e frutas como solução para vitaminar e energizar o nosso organismo, ou seja, curármo-nos.

Vitaminármo-nos é a solução. A enorme deficiência de minerais e vitaminas são são os maiores responsáveis por falta de energia e motivação, mas também das doenças que surgem a médio, longo prazo. O autor dá também a conhecer super alimentos, como algas, raízes ou geminados para atrasarem a oxidação, logo o envelhecimento. Um exemplo disso é o açafrão e ele explica o motivo. (pp.73)

Os lacticínios, a proteína animal, os alimentos processados ou demasiado cozinhados... são ataques à nossa saúde, essencialmente porque os usamos em excesso. É o abuso constante que está a esgotar as fontes naturais do nosso organismo para os digerirmos de forma saudável. 

Alguns dos truques (como a mastigação) e das regras de ouro repetem-se de um livro para o outro, mostrando que a complexidade está, apenas, em mudar os hábitos e não na quantidade de regras a seguir. Aliás, é recomendada a inserção de alguns destas alterações, 2 a 3 vezes por semana, durante 3 a 4 meses, para que a pessoa sinta transformações sem abdicar totalmente.

A novidade deste enzima para rejuvenescer é a Massagem Desintoxicante para activação da circulação linfática.

E fica uma ideia de resumo: "o estado do seu intestino é o estado da sua mente".



 "Os sete segredos de ouro"

1.  Fazer uma boa dieta - 80 a 90% de alimentos vegetais e pouco cozinhados
(evite produtos de origem animal e se comer, ingira apenas entre 80 a 100g de proteína animal por dia e dê preferência ao peixe)

2.  Beber água boa, existem horas mais eficazes e dê preferência ao PH Alcalino

3.  Eliminar regularmente as toxinas, o seu intestino deve funcionar regularmente, considera a desintoxicação por método de clister de café

4.  Fazer exercício moderadamente. Adeqúe à sua idade e condição física

5.  Descansar convenientemente. Lembre-se 6 a 8h ininterruptas e relembre a higiene do sono.

6.  Fazer exercícios de respiração e meditação.

7.  Injectar alegria e amor na sua vida.
Dance
Cante
Ria
Viva!!!


Em paralelo com este último do Dr. Hiromi Shinya estive, e ainda vou a meio (mas o resto são quase só as receitas) de "A Dieta Viva" da nutricionista Ana Bravo, que vem na sequência das ideias já aqui apresentei.
Gosto também da forma simples e humilde com que as ideias surgem. Há um cuidado na escolha dos conceitos que, na minha opinião fazem muito sentido. "Dieta do Paleolítico", "maturidade alimentar", "inadaptações alimentares"... ou ainda as "impurezas alimentares".

O manual desta nutricionista surge como honesto e prático, não promete milagres, não "exige" compromissos, nem lança desafios descabidos e dietas loucas.

As "regras" são semelhantes, a redução da comida processada, os benefícios das frutas, legumes e água, como alimentos preferenciais, o apoio em superalimentos... e claro, os erros comuns e os alertas/motivos pelos quais variadas dietas falhas. O conceito de "Maturidade Alimentar" é muito interessante e sem dúvida uma meta.
O que importa não é estar constantemente de dieta, o importante é que saibamos o que comer e quando comer, mantendo um nível de satisfação física e mental proporcional aos nossos objectivos, que devem ser concretos e honesto. Pois para além da dieta, importa a saúde e o bem estar, físico e emocional.

O melhor ponto deste livro (para quem vem da leitura dos do Dr. Hiromi): 
- O programa/as fases da Dieta Viva, passo a passo;
- As receitas.


A ARENA é uma editora do grupo Santillana/Objectiva

Sem comentários :