Pesquisar neste blogue

A carregar...

sábado, 13 de dezembro de 2014

Opinião :: "Quando A Neve Cai"

Gracetown, Virgínia get ready!!
John Green, Maureen Johson e Lauren Myracle controlam o tabuleiro do jogo na noite mais animada do ano, a véspera de Natal.
E o resultado não podia ser mais adorável.


Em pleno mega nevão que assolou esta pequena cidade vamos conhecendo recém chegados, habitantes locais, amores, traições, arrependimentos, paixões na friendzone, pais loucos, colecções descontroladas, largos sorrisos, beijos arrebatadores, provas de lealdade, fortes laços de amizade e uma incapacidade de vestir roupa adequada ao tempo que se faz sentir, tudo isto envolto em três pequenas histórias que num todo compõem um óptimo livro de Natal, que nos renova a esperança, nos lemba que há quem trabalhe nesta data, quem fique preso longe dos que mais ama mas que os milagres também acontecem. O que eu acho curioso é que tudo aconteça numa data habitualmente celebrada em casa com a família mas que este ano, em Gracetown, levou toda a gente a sair de casa e a deambular toda a noite por ruas cobertas de neve, estradas deslizantes como pistas de gelo, Starbucks e Whaffle Houses. Raios, as tradições de Natal estão a mudar!
Mas costuma-se dizer que 


e as personagens de “Quando a neve cai” provam exactamente isso ao viver a aventuras das suas vidas na noite mais fria do ano e no meio de uma tempestade de neve.
Pessoalmente ADOREI a 1ª história, O Expresso Jubilee. Além de nos levar a Gracetown e apresentar o início da trama toda, tem a dose certa de “geekiness”, sabedoria e fofice. Sim, eu acabei de usar o termo fofice!
Por isso, ainda se ainda há aquela amiga, prima ou irmã para quem ainda não conseguiste comprar um presente de natal, fica aqui a sugestão. Embrulha um exemplar de “Quando a neve cai” e ficarás bem-visto!

Uma aposta da

Eu fiquei muito curiosa com a escrita de Maureen Johnson. Alguém já leu algum livro da autora?

2 comentários :

Pink Stuff! disse...

Acabei de ler este livro ontem e, sem dúvida, alguma que o meu conto favourito foi o primeiro.
Gostei muito do facto de o livro ter sido escrito a três mãos e a maneira como as 3 histórias se unem. :)

ElsaR disse...

Exactamente :) acho espectacular como resultam tão bem juntas. Mas sim, o primeiro é muito bom