Pesquisar neste blogue

A carregar...

quinta-feira, 12 de março de 2015

Novidades Penguin Random House :: "Fim" de Fernanda Torres

"Fim" de Fernanda Torres, é uma novidade Penguin Random House.

A capa conquistou uma metade, a sinopse conquistou a outra. E por aí? Que vos parece o romance de estreia da actriz brasileira Fernanda Torres?

Sinopse
Cinco amigos cariocas, velhos, vêem o fim aproximar-se a passos largos. Quase a cortar a meta da vida, recordam paixões e traições antigas, cobardias e vergonhas, manias e inibições. No Rio de Janeiro dos anos 60, onde se conheceram, uniu-os a folia, as festas de álcool, mulheres e droga. Pelo meio, aconteceu a vida: casamentos, separações, filhos, contas por pagar, sonhos por cumprir. Além de um passado de excessos e de um presente de frustrações, pouco têm em comum. Álvaro vive sozinho, passa o tempo de médico em médico e não suporta a ex-mulher. Sílvio é um drogado que não larga os vícios nem na velhice. Ribeiro é um rabo-de-saia atlético que ganhou nova vida ao descobrir o Viagra. Neto é o chato da turma, marido fiel até ao último dia. E Ciro, o Don Juan invejado por todos — mas o primeiro a cair.  À volta destes cavaleiros cariocas, movem-se as mulheres — esposas, amantes, filhas e mães — amargas, neuróticas, ternurentas, sedutoras, enganadas e resignadas.

Juntos compõem um mosaico do Rio de antes e de agora.  Há graça, sexo, sol e praia nas páginas de Fim., mas também há melancolia. Fernanda Torres, premiada actriz, estreia-se nas letras com um romance fora de série: sagaz, viril, profundo, cru, pleno de humor e vitalidade. Um livro que vai e vem como a vida e a morte: sem desculpas.


«É raro, muito raro, raro, que um primeiro livro revele um ficcionista já pronto eacabado, que espreite o mundo com um olhar humano e ao mesmo tempo exclusivo e que tenha uma dicção adequada para traduzir em palavras o que percebe com a agudeza de todos os sentidos. Não é algo fácil de ser alcançado, mas Fernanda Torres demonstra sobejamente ter conseguido. (…) Um caloroso aplauso.»
Luiz Paulo Faccioli – Rascunho

«Mostra a perspicácia da autora para observar a vida e retratá-la de maneira exuberante e franca em situações em que o humor sempre vem acompanhado de uma certa melancolia e desencanto.»
Revista Veja

Uma novidade

Sem comentários :