Pesquisar neste blogue

A carregar...

quinta-feira, 12 de março de 2015

Quando os livros se tornam filmes :: Antes de Adormecer

E se toda a nossa vida nos fosse contada por outra pessoa?
"Antes de Adormecer" estreia hoje em Portugal.
Quem está curioso para ver esta adaptação?
O Efeito dos Livros não ficou particularmente satisfeito.


Visão da Elsa:
Tendo lido a história original faz ja algum tempo demorei os primeiros minutos do filme a situar-me. Christine vive no abismo da memória e todos os dias, ao adormecer, cai no esquecimento de saber quem é e como chegou aqui. Cada dia ao acordar é recordada por Ben, o marido, de que são casados, que ela teve um acidente e por mais coisa ela descubra ao longo do dia, não há maneira de as reter, que todos os dias ao acordar regressa ao mesmo momento, algures quando tinha 20 anos.
Mas secretamente e assim que o marido sai de casa, Christine começa a terapia seguida pelo neuro psiquiatra e começa a lembrar-se, a confrontar o presente com as poucas informações que consegue reunir do passado. Que segredos esconde o passado de Christine? Será a vida dela exactamente o que o marido lhe conta? Se não puder confiar no seu próprio marido, o mesmo que a lembra quem é todos os dias, em quem mais poderá confiar?
A premissa da história, já quando a li em 2012 despertou a minha atenção para níveis altíssimos. 
E se toda a nossa vida nos fosse contada por outra pessoa?

A escolha de actores aqui foi soberba mas sinto que falta algo, mesmo quando posso jurar a pé juntos que gostei do filme, da interpretação das três personagens centrais e da adaptação do livro à tela (claro que decorridos 2 anos após a leitura não consigo confirmar até que ponto está fiel ou não mas os pontos básicos estão lá).
Decididamente, um não leitor terá aquela adrenalina do desconhecido, salvo aquelas pessoas que toparam o enredo todo nos primeiros cinco minutos. Para os leitores, os que conhecem a história e que sabem o fim no momento em que colocam os olhos em cima dos actores que dão corpo e voz às personagens, esses saem sempre a perder. São raras as adaptações que fazem jus à nossa imaginação.
Depois de já ter lido tantas histórias, talvez reler "Antes de Adormecer" não tenha o mesmo impacto mas o filme, criou um friozinho na barriga de expectativa mas não capaz de me gelar.
Um thriller que é capaz de roubar uns arrepios, especialmente às mulheres, visto que a amnésia de Christine não foi....ohhh spoilers! Leiam o livro ou vejam o filme.

Opinião da Cris
A adaptação cinematográfica de "Antes de adormecer" de S.J Watson não me convenceu.
Inicialmente pensei estar a ver um remake , mais intelectual e sério do clássico de domingo à tarde, A minha namorada tem amnésia, entretanto essa sensação passou, mas nem por isso o filme é no seu todo melhor.
O mote para o enredo é bom, o impacto da perda de memória na vida do dia a dia, no perigo que isso representa para a pessoa fragilizada, mas também no fardo que tem tem ou quer conviver de perto com isso.
O amor não chega é preciso dedicação ou então, obsessão!
Podia socorrer-se da intensidade e dos contornos doentios de "Gone Girl", por exemplo, mas fica-se só pela mente doentia de um homem.
Um aparte, não consigo reconhecer o Colin Firth em papeis de vilão

Fica o trailer

Boas memórias.

Sem comentários :