Pesquisar neste blogue

A carregar...

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Opinião "Uma Noite - Revelação"

O terceiro e último capítulo da trilogia "Uma Noite" chegou e traz a luz que rompe as trevas de Miller, não sem antes o arrastar, juntamente com Livy, às profundezas do inferno.
Preparem-se que para lutar por um futuro, Livy e Miller vão ter de trazer à superfície o passado de ambos, as pessoas e os momentos que nele ficaram mas que ainda hoje se impõem na sua vida presente.

Preparem-se para....A Revelação!

Quem leu os dois primeiros livros, e se estão a ler isto deveriam tê-lo feito, sabe em que ponto deixámos este casal. Confrontados pelo laço inquebrável com o sub mundo com que Miller fez vida, os dois refugiam-se da realidade do outro lado do Atlântico enquanto um plano parra libertá-los se elabora na cabeça dos homens que dominam a vida de Livy. Mas tal não se avizinha tarefa fácil, especialmente após a entrada em cena de duas personagens que contribuem em muito para o tumulto que a vida deste casal se tornou nos últimos tempos e para eventos que os fazem regressas à realidade mais rapido do que o previsto.

Toda a história até aqui, além da adoração constante entre os dois, faz-nos saber que não será fácil quebrar as amarras que mantém Miller preso. Mas o que acontece quando o passado de Miller se interliga inesperadamente com o de Livy? Que mais descobertas podem ser feitas que abalem por completo o mundo que estes dois criaram? Haverá possibilidade de desatarem o nó em que a vida de ambos se tornou?
Acreditem que sim, é possível, nem que morram a tentar.

No entanto, a trilogia "Uma Noite" é mesmo assim, Entre cenas escaldantes, revelações chocantes, felizes descobertas, vislumbres do passado e o humor da avó Taylor, somos brindados com um capítulo estrondoso da história de Livy e Miller que nos prende até às últimas páginas e depois nos presenteia com um extra que nos faz sorrir, que nos faz pensar em todo o percurso que percoreram até aqui, cheio de loucura, devoção e luz, especialmente para quem vivem tanto tempo no escuro, apagados para a vida.

Jodi não me conquistou com "Este Homem" mas com "Uma Noite" a conversa é diferente. Miller, com todos os seus maneirismos (que me fizeram receonher que também tenho alguns!), a surpresa de descobrir o seu passado e a constante animação na casa Taylor, são os factors que me fazem colocar esta seérie bem à frente da outra. Mas....e há sempre um mas, por vezes as atitudes de Livy são exageradas, assim como eram as de Jesse e companhia na trilogia "Este homem". Ok, ok, um pouco de drama nunca fez mal a ninguém e depois sempre é divertido vê-los a fazer as pazes :)


E agora, com o fim da história de Livy e Miller, o que nos reserva Jodi para uma próxima vez
Em que mundo nos fará margulhar no seu próximo livro?
Ainda não sei mas mal posso esperar por descobrir. 

Jodi Ellan Malpas é uma forte aposta da 

Relembro as opiniões aos outros dois livros:

Opinião "Uma Noite - A Promessa"

Opinião "Uma noite - Rejeitada"


Sem comentários :