Pesquisar neste blogue

A carregar...

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Opinião "Fusão" de Julianna Baggott

Ainda ando a colmatar falhas na minhas listagem de livros livros em 2015. Não só os últimos como alguns que esta cabeça esquecida negligenciou pelo meio.
No entanto para "Fusão", a crítica estava pronta mas lá ficou no limbo entre o rascunho e a publicação.
Ainda bem que Julianna Baggott não ficou no limbo com a sua magnífica série young adult carregada de potencial humano, mesmo quando partes das suas personagens não são propriamente humanas.


Depois de "Puros", a apresentação ao distópico mundo em que conhecemos Pressia, Bradwell, Partridge e Lyda (e sem esquecer El Capitan e companhia), em "Fusão", somos arremessados para uma aventura repleta de perigos, segredos, descobertas dolorosas e perdas sentidas. Com início imediato após o final do primeiro livro, reencontramos as nossas personagens fora da Cúpula e a fazer os possíveis para se organizarem em função de um objectivo: fazer justiça. 
A oportunidade de relembrar o que ficou para trás em Puros não é muita mas o passado tem um peso muito importante na história, especialmente no que toca à família das nossas personagens principais e aos segredos que o tempo antes das detonações encerra.
E uma vez mais, Pressia e Partridge seguem caminhos separados, cada um na sua luta individual por um fim comum.
E a questão é: 
Haverá solução para o presente?
Será a luta pela verdade tão dura como os tempos de sobrevivência ou algo ainda pior?
Ate que ponto estamos dispostos para sacrificar aqueles que confiam cegamente em nós?
Até que ponto aprendemos com o passado para não repetir os mesmos erros no futuro?



Esta Fusão fica cinematograficamente marcada na cabeça do leitor, especialmente quando entramos na onda e devoramos páginas atrás de páginas. 
Um mundo perturbador e super interessante que eu sei que daria uma série de televisão espectacular, capaz de prender milhares em frente à TV todas as semanas.

No entanto, confesso que me senti um pouco perdida ao início para relembrar, não as personagens mas alguns dos detalhes decisivos que se foram descobrindo em Puros.
Talvez seja boa ideia ler os dois seguidos e deixar anotações para quando sair o terceiro (ah ah foi o que eu fiz, confesso!)


Adoro este vídeo desde que li Puros.
Isto precisa mesmo de se tornar numa série :)

"Puros" e "Fusão" são uma aposta da
Para mais informações consulte o site da Editorial Presença aqui

Relembramos a opinião a Puros
Para mais informações consulte o site da Editorial Presença aqui

Sem comentários :