Pesquisar neste blogue

A carregar...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Opinião "Guia Astrológico para Corações Partidos"

O livro revelação de 2015 em Itália não deixa ninguém indiferente.

Quantas mulheres não gostariam de ter um guia para o amor? Ou melhor, quantas não estariam dispostas a estudar exaustivamente os mapas astrais dos homens que conhecem só para não acabarem por se tornar na personagem daquelas historias desastrosas que quase toda a gente tem para contar?

Eu, nativa de escorpião, com Vénus e Mercúrio em Escorpião e ascendente de Leão, não entendo muito de astrologia mas não deixo de ver as semelhanças com a realidade (pelo menos a minha) e a forte influência que os astros têm na vida de algumas pessoas.
Alice é uma delas!


Alice, a nossa produtora de televisão com um dia a dia complicado e uma vida amorosa cheia de percalços, encontra a luz quando a astrologia entra na sua vida.
A recuperar de diversos relacionamentos complicados com homens infiéis, instáveis sobre o quais é impossível conceber a razão porque ela se envolveu com eles, Alice enfrenta grandes mudanças no trabalho e na sua vida pessoal, e toda a ajuda seria bem vinda para aquela cabeça que faz filmes a torto e a direito, mesmo fazendo da astrologia e do seu novo amigo Tio, o seu guia supremo de orientação. Mas os astros não são fórmula mágica para o desastre ambulante que é Alice. Entre o ex namorado mulherengo e quase a ser pai, o novo executivo do canal de televisão onde trabalha que a deixa louca de desejo, o playboy bonito que lhe dá a volta à cabeça ou outro ex que aparece de malas e bagagens à sua porta, Alice ainda consegue encaixar com uma destreza digna de malabarista de circo alguns outros homens cujo o signo, para não falar da personalidade, em nada combinam com a nossa protagonista.

Por momento pensei que seria um género "O ano tem doze homens" ( livro lido há muito tempo) mas para Alice, a ideia não é percorrer o Zodíaco mas eliminar à partida os homens cujo signo e mapa astral o designam como desastroso quando combinado com as suas características. 
E então, rapidamente "qual é o teu signo" passa a ser o novo "Olá, como estás?" para a nossa Alice
Ai Alice, Alice...que trapalhada é a sua vida amorosa e o quanto é hilariante, mesmo com a avalanche astrológica, as peripécias loucas que ocorrem no dia a dia, no trabalho e no mundo todo de Alice.

Destinado a arrancar sorrisos e acenos de concordância com algumas descrições sob os signos dos homens que vamos conhecendo ao longa da história, "Guia astrológico para corações partidos" é o kit de sobrevivência para a desastrada e mal afortunada no amor. Se não aprendi nada sobre astrologia, uma coisa é certa, por mais planetas, ascendentes e trígonos que tenhamos, somos uma complexa massa de gente que precisa de se conhecer e fazer por si para ver as coisas acontecer. Não querendo recorrer aquela velha "se eu não gostar de mim quem gostará" que é sempre infalível, a conclusão, desta aventura de amores e desamores, é que a astrologia, por mais que seja uma luz que tantas vezes incide sobre verdade, não é uma ciência exacta.  
Cabe-nos a nós ser loucos ou organizar a loucura que é a nossa vida. Se as estrelas nos guiarem,  de alguma maneira, então que nos acompanhem por um princípio, meio e fim feliz, porque a felicidade só no final não tem graça.

As aventuras loucas de Alice no país dos desastres astrológicos já tem os direitos vendidos para 15 países e garanto-vos que quando for adaptada, espero eu que em série, vai ser um estrondo.
Já estou a vê-la a correr por Milão ou qual que outra urbe de sapatos desirmanados, a fugir de um dos ex namorados, enquanto tenta salvar a sua carreira e não cair de quatro pelo novo executivo.

Se querem começar o ano a sorrir com a desgraça e a felicidade dos outros, apostem as vossas estrelinhas no romance de estreia de Silvia Zucca.


Nota: é espectacular que no meio das milhentas referências astrológicas sobre signos que eu não entendo se estão certas ou não, existem outros milhares de referências a filmes, personagens, cenas e citações que me fizeram rir por as ver agora encaixadas com precisão na montanha russa de emoções que é a história de Alice. 
Quase que dava para fazer uma lista de filmes neste Guia Astrológico mas em vez disso, prefiro esperar sentadinha pela sua adaptação ao pequeno ou grande ecrã.

"Guia Astrológico para Corações Partidos" é uma aposta

Sem comentários :