Pesquisar neste blogue

A carregar...

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Opinião "O Chefe - A Ex"

Quando vi o título do quarto livro da série "O Chefe" pensei "A sério? O que é que ela quer desta vez?"
Uphs parece que me enganei.
E mesmo que me custe, adoro estar enganada para assim descobrir um novo lado nestas personagens.
Raios, já tinha mesmo saudades destes dois.


Quando penso que gostei de um livro desta série la vem o seguinte destronar o anterior e cimentar ainda mais a ideia de que estes dois são o meu casal preferido. Então Neil, o cinquentão, está lá a bater no 20 em todos os momentos, tanto que dei por mim a rir quando iniciei esta leitura logo após ter lido esta frase no "O estranho caso de Benjamin Button"

"Tem, precisamente, a idade romântica. Cinquenta anos...São a idade madura. Adoro os cinquenta"

E eu adoro os cinquenta de Neil! Além do seu à vontade com a vida, a sua dedicação a Sophie, a sua personalidade marcada e todos os outros detalhes deliciosos que intercalados com as características desafiantes de Sophie, os tornam perfeitos um para o outro. E então neste livro recordamos as razões porque gostamos deles e ainda somos capazes de conseguir encontrar mais um ou dois detalhes que permitem que essa afeição cresça ainda mais, especialmente quando descobrimos falhas e imperfeições que os tornam mais humanos e credíveis. 

Neste 4° capítulo da série "O Chefe" a relação de Neil e Sophie entrou num ponto estável e seguro. Decididos em manter forte o laço que os une, Sophie faz todos os possíveis para conciliar a vida a dois com o turbulento e exigente dia a dia de quem gere uma revista de moda. Já por sua vez Neil está confortavelmente, dentro dos possíveis para um homem habituado à agitação do dia a dia a gerir empresas, a usufruir da sua reforma.

Mas a estabilidade destes dois está sempre dependente dos elementos que os rodeiam. Prestes a serem avôs, com um casamento à porta, algumas crises familiares, problemas pessoais e perdas dolorosas vão trazer ao de cima algum caos com qual vão ter de aprender a lidar se desejam continuar juntos e serem felizes. Mas como todos os casais, também têm problemas, alguns que têm raízes bem fundas no passado de ambos.
E ao fim de tanto tempo Sophie e Neil merecem o seu "viveram felizes para sempre" mesmo que seja um "vivemos divertidos entre coxas alheias sempre que nos dá na real gana porque o nosso amor é forte para experienciar isso e ainda caminhar em direcção ao pôr do sol como dois pombinhos apaixonados"
E quem se rendeu ao carisma destes dois verá neste volume um refinar da loucura que os define, que os torna únicos e tão fiéis a si mesmos.

Esta série está lá nos píncaros das cenas sensuais, arrebatadoras e tremendamente sexys.
Oh e acreditem que este livro não se fica nada atrás dos outros, especialmente o último (A Noiva). Não, esperem, eu acho que até ultrapassa a barreira estabelecida pelos outros. Se analisarmos bem, os limites do convencional já foram ultrapassados logo de inicio, por isso, quase que podemos falar que o próximo passo será bastante ousado, talvez seja the final frontier.
Será que eu acabei de fazer uma piada geek sexual?

Sei que há um livro a seguir. Não sei se preciso de saber o que fala, basta-me saber que vou voltar a encontrar Neil, Sophie e companhia.
Por isso, meus caros, fico à vossa espera! Não demorem!!!

Deixo ficar uma música da playlist no spotify que acompanhou a minha leitura 

A Série "O Chefe" é uma grande aposta

Opiniões

"O Chefe - Deslumbrada"

"O Chefe - Namorada"

"O Chefe - Noiva"

1 comentário :

vanessa martins disse...

Já gostava da deste série :)
Agora estou apaixonada :)
NEIL 😍