Pesquisar neste blogue

A carregar...

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Opinião "Tentadora ao cair da noite"

Emma Wildes é uma daquelas autoras que nunca desilude. É verdade que, embora o leque de leituras seja extenso e eu só tenha lido 3 ou 4, posso afirmar que embala-me sempre muito bem nas suas histórias e deixa-me sempre com um sorriso nos lábios.
"Tentadora ao cair da noite" não é excepção.



Sophie, a viúva Lady Tower, há muito tempo que afasta pretendes de volta das suas saias. Desde que o marido, com quem teve uma boa ligação de carinho e amizade sucumbiu à doença, que Sophie tem ganho o gosto da independência financeira e social que estar sozinha lhe traz mas ao mesmo tempo pretendentes para uma viúva jovem, rica e bonita é coisa que não lhe falta. No entanto, nunca se deixou arrebatar por nenhum, nem pelo amigo mais próximo que tem sido um pilar para si nos últimos anos. Já o mesmo não se pode dizer do admirador secreto que lhe cativa a atenção com presentes e o fôlego com missivas explícitas e sensuais.
Mas no meio da sociedade Londrina, quem será arrisco ao ponto de a cortejar desta maneira ousada, propondo um romance secreto e escaldante.
Quem menos Sophie havia de esperar, pois claro!
Julius Valacourt, Visconde de Breton, cerca de uma década mais novo que o objecto dos seus desejos íntimos não olha a meios para seduzir Sophie.

"De qualquer forma, os dados estavam lançados. Era uma equação simples. Ele queria uma coisa dela e ela queria tal qual uma coisa dele. O prazer físico entre um homem e uma mulher não era impróprio, era a natureza a impor-se ao intelecto e nenhum deles estava a lesar ninguém com um encontro ilícito. Ela era viúva e ele era solteiro"

É com a premissa do prazer e do desprendimento em mente, que Sophie e Julius iniciam um tórrido romance carnal pela calada da noite Londrina sem saberem que o tempo tecia à sua volta sentimentos que alcançam mais fundo, que não estão à flor da pele mas enbrenhados no coração.

Perante a sociedade e até eles mesmos, Sophie e Julius não são o indicado um para o outro.
Será a idade um obstáculo?
Será a ideia de um futuro a dois inconcebível? 
Ou será o medo de que um dia a paixão arrebatadora esmoreça e nada sobre que o resquício de um momento de loucura?

Acreditem quando vós digo que estes dois dão luta mas este "Tentadora ao cair da noite" torna-se num delicioso romance dois em um quando decide trazer para as garras do amor o ainda mais jovem irmão de Julius, Jonas Valacourt, que durante o que seria um atentado sério ao seu orgulho se vê jogado do cavalo abaixo pela mulher mais linda e misteriosa de Londres, a menina Appleton, que percebemos logo de início não querer nada com ele. Agora imaginem bem a luta que vai ser captar a atenção desta mulher, nenhuma lady ou viscondessa, mas uma simples artista que dá aulas de piano para ganhar a vida e que nada quer ter a ver com homens.

Dois irmãos sedutores e obstinados, duas mulheres independentes com estilos de vida bem diferentes, duas histórias de amor, de luta, de drama e de finais felizes.

Emma Wildes fico à espera do próximo!!
Gostava tanto que o livro seguinte fosse sobre Samuel Seacrest. Ele merecia um final feliz, um romance só seu por ser tão bom amigo.
Mas pelo podemos ver da sinopse de "Um encontro muito ousado", a história centra-se em casal que nos é ainda desconhecido.
Ora, quem é que se importa. Bora lá!

Boas leituras :)

Emma Wildes é uma aposta

Opiniões a outros livros de Emma Wildes


Sem comentários :