Pesquisar neste blogue

A carregar...

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Opinião "Um encontro muito ousado"

Quantas vezes não fazemos senão o que a nossa consciência nos dita e ajudamos alguém que nos é querido só para depois nos metermos numa alhada maior do que aquela que ajudamos a resolver.
Digam lá, quantas vezes?
Para Lady Charity e Lorde Joshua Dane foi exactamente isso.


Empenhados em impedir a irmã de Joshua de cometer o maior erro da sua vida ou comprometer a sua reputação da pior maneira, estes até então meros conhecidos por associação familiar, viram-se obrigados a contrair matrimónio para perpetuar o segredo que ambos ajudaram a abafar.
Determinado a manter um estilo de vida desprendido de homem solteiro adverso ao amor e casamento, Lorde Joshua fez os possíveis para manter a relação com a recente esposa à margem da intimidade mas não percebeu que agir como um marido uma única vez poderia prendê-lo irrevogavelmente a Lady Charity, que embora apanhada desprevenida neste assunto, acalentou desde a sua adolescência uma paixão secreta pela seu esposo.

E que melhor que casar com o grande amor da nossa juventude?
Casar com o homem que esse amor se tornou.
Uma história que nos embala por um casamento que começa por abafar um escândalo que rapidamente se torna ele mesmo escandaloso nos momentos mais íntimos do casal. Repleto de sensualidade, intriga, vingança, dor e algum humor, "Um encontro muito ousado" começa numa noite de chuva e termina num dilúvio de sensações.
Emma Wilde sabe o que nos oferecer.

O último livro do ano que simultanemanete se torna também o primeiro :)
Curiosamente nada tem de seguimento do primeiro....porquê? ?
Talvez estes dois livros, embora publicados seguidos, não tinham qualquer ligação entre si.
Ohh e isso interessa Elsa, não pois não?!
Foram óptimos, os dois, embora tenha gostado mais do primeiro, pelo oferta romance 2 em 1.

Também não me importava de ler livros sobre os dois amigos de Lord Joshua. :) digo sempre isto quando acabo um livro destes.

Que venham mais livros de Emma Wildes.
Uma aposta

Sem comentários :