Pesquisar neste blogue

A carregar...

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Opinião "O Projeto Rosie"

O Projecto Rosie :)
Só o nome é suficiente para me fazer sorrir.
Esta não é uma leitura nova para mim. São raros os livros que releio num espaço de tempo tão curto mas com o lançamento da nova edição (pela Editorial Presença) senti uma curiosidade imensa em revisitar o peculiar Don, os seus projectos e a vida organizadinha que ele vivia até a rabanada de vento ciclónico que é Rosie ter entrado na sua vida.


Pragmático e peculiar, Don Tillman é um homem super inteligente que tem o cérebro programado de uma maneira completamente diferente das outras pessoas. Ao longo dos seus 40 anos fez os possíveis para viver a vida de acordo com a sua regras, o que por vezes o tornou o centro das atenções ou o fez ser etiquetado com o esquisito por não seguir as convenções sociais adequadas.
Mas quando pensa em arranjar uma mulher adequada aos seus gostos é que a animação começa na sua vida (e na nossa).

Habituado a estar em controlo de todas as variáveis do seu dia a dia cronometrado ao minuto, uma coisa que Don não conseguiu fazer com sucesso, foi arranjar uma namorada/potencial parceira para a vida/mulher.
Mas tudo está em vias de mudar.


Numa sucessão de cenas hilariantes, Don inicia o Projecto Esposa que o leva a um sem número de situações caricatas com os restantes intervenientes da sua história.
Desde a sua maneira estandardizada de falar aos momentos hilariantes que o seu comportamento causa, vemo-nos inicialmente admirados com Don e depois completamente rendidos.
Existe algures no mundo uma mulher capaz de encaixar no perfil super filtrado que Don criou?
Ou será Don a ter de alterar algo na sua vida altamente organizada para encaixar mais um interveniente?

Contar mais seria tirar o prazer da leitura deste divertido livro que me entreteve tanto da primeira vez e que ainda consegue me surpreender e deliciar nesta segunda volta.

Espero não ter de esperar muito para ler a continuação e quem sabe, para ver a sua adaptação ao cinema ou televisão.

Para uma outra opinião, leiam o comentário da Cris aqui.
Para mais informações sobre o livro visitem o site Editorial Presença

Sem comentários :