Pesquisar neste blogue

A carregar...

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Novidade Presença :: "Eu estive aqui"

Cody fica chocada e arrasada com o suicídio de Meg, a sua melhor amiga. A pedido dos pais desta, Cody viaja até Tacoma, onde a amiga estudava, para reunir os seus pertences. Espantada, Cody descobre que Meg nunca lhe falara de inúmeros aspetos da sua vida. Por exemplo, os novos amigos, que são o tipo de pessoas com quem Meg nunca se daria antes de entrar para a faculdade, ou Ben, o vocalista de uma banda por quem a jovem se apaixonara. Porém, a sua maior descoberta ocorre quando acede ao computador de Meg e de repente tudo o que pensava que sabia sobre a morte da amiga se desmorona. Cody decide então levar esta descoberta às últimas consequências. 

"Eu Estive Aqui" é o novo romance de Gayle Forman, autora do bestseller internacional "Se Eu Ficar" e "Espera por mim" e da duologia "Apenas um dia" e "Apenas um ano"

Uma novidade
Para mais informações consultem o site Editorial Presença

Passatempo "O teu aroma a pêssego"

Achavam mesmo que íamos deixar passar o lançamento do mais recente livro de Megan Maxwell sem vos oferecer um exemplar?
ahha pensem novamente :)

BOA SORTE!


Passatempo termina a 11/11/2016

Para se habilitar ao passatempo, preencha o formulário abaixo e siga as regras dos nossos passatempos:

ATENÇÃO - REGRAS:
- O preenchimento do formulário é obrigatório para se habilitar ao passatempo.
- Podem participar todos os dias, basta voltar a preencher o formulário.
- Só serão apuradas participações de fãs e/ou seguidores.
- Ser fã e seguidor, duplica as hipóteses de ganhar.
- Aceitamos participações de residentes em Portugal.
- Sorteamos os prémios no random.org entre todos as participações.


- O prémio será enviado pela Editora.

Passatempo com o apoio



Resultado Passatempo "A Rapariga do Calendário 3 e 4"

Sim, sim....curiosos para saberem quem vai receber em casa os últimos dois capítulos da série "A Rapariga do Calendário"?
Não esperem mais...


Com 1266 participações, damos os PARABÉNS ao participante com o nº 964.
Parabéns Manuel Pereira!

O vencedor já foi notificado por email. 

Passatempo realizado com o apoio

Resultado Passatempo "AFTER 5"

Meus caros e minhas caras, distraídas que somos, vimos finalmente publicar os vencedores do passatempo "After 5".

Sem mais demoras...


Com 745 participações, damos os PARABÉNS ao participante com o nº 367.
Parabéns à Vânia Pereira!

Não se preocupem Vânias Pereiras deste mundo, nós notificamos a certa.

Passatempo realizado com o apoio

Novidade Edições Asa :: "Só nós dois"


Por vezes, basta um segundo para mudar a nossa vida. E nesse instante avassalador, tudo aquilo que pensamos saber - e possuir - perde o seu valor. 
Russell Green tem trinta e dois anos, é casado com Vivian, uma mulher lindíssima e dedicada; tem uma filha encantadora e uma carreira de sucesso. Dir-se-ia que a sua vida é de sonho. Mas o sonho vai dar lugar a um pesadelo… De um momento para o outro, Russ perde a mulher e o emprego e fica a sós com a filha de seis anos, London. Pela primeira vez, percebe que não pode entregar-se à sua própria dor pois London depende agora unicamente dele. Russ vai ter de se superar, de desbravar caminho, começar de novo… 
Mas não é fácil cuidar de uma criança sozinho, fundar um negócio próprio, e lidar com um as emoções contraditórias que ameaçam paralisá-lo. O dia a dia com a filha é uma montanha-russa de escolhas, consequências e anseios. É muito mais difícil do que alguma vez imaginara. Mas é também infinitamente mais gratificante do que a correria de outrora. 
E quando o imprevisível destino abre novamente a porta ao amor, deixa entrar algo mais. Algo para o qual Russ – mais uma vez – não está preparado. 

Só Nós Dois é um retrato da experiência simultaneamente aterradora e gratificante de ser pai solteiro: dos desafios aos riscos, e, claro, às recompensas. Relembra-nos a importância dos laços de família e do amor incondicional.

Uma novidade que as fãs de Nicholas Sparks não vão querer perder

Opinião "O teu aroma a pêssego"

Que leveza!
"O teu aroma a pêssego" é divertido, encantador, romântico e cheio de doçura.
Já tinha saudades de ler um livrinho da Megan.


Conhecemos Ana em Londres. Nascida numa família dinheiro, aparências e estatutos, Ana luta por se encontrar. Para ela o caminho da liberdade da vida adulta e da independência da família começa em Madrid para onde se muda de malas e bagagens para seguir o seu sonho profissional, ser fotógrafa. A capital espanhola recebe-a de braços abertos e torna-se a sua casa durante os anos seguintes. É também aqui que Ana fotografa de tudo e vive a sua vida segundo as suas regras.
Mas uma noite de loucura leva-a um emaranhado de atilhos que a prende para o resto da vida.
Grávida de um encontro de uma noite, disposta a ir para a frente com a gravidez e encadeada com atracção latente com Rodrigo, homenzarrão bombeiro que entra de emergência na sua vida, Ana tem todos os detalhes sumarentos para criar uma grande confusão na sua vida. 

Rodrigo, além da figura que imaginamos magnificamente envolta numa farda de bombeiro, não é um homem que nos cai logo no goto. Em vez de meter os olhos em cima da nossa personagem feminina, anda a passar as mãos e os olhos por outra que não tem a ver para o caso.
Mas com o passar dos capítulos, a sua presença assídua e o aproximar meio despercebido junto de Ana, dão contornos a um personagem muito mais interessante do que se achava inicialmente.
No entanto contar-vos os detalhes era dar spoilers e eu não faço disso.

Repleta de voltas e reviravoltas no decurso dos acontecimentos "O teu sabor a pêssego" é uma história que nos agarra por completo, nem que seja pelas vezes que nos revemos na casmurrice das personagens ou pela quantidade de vezes que temos vontade de lhes dar uns calduços.

"O teu aroma a pêssego" vai tocar as pessoas de maneira diferente, mesmo em quem só encontra uma história levezinha sobre a fotógrafa que mesmo grávida revira a vida por causa de um bombeiro jeitoso. Mas a vida, mesmo resumida numa frase de duas linhas nunca é assim tão simples.


Estará Ana disposta a dar relevar a verdade a Rodrigo e a todos que a rodeiam?
Conseguirá Rodrigo quebrar o grande tabu masculino dos homens aceitaram o filho de outro para dar uma chance à sua felicidade?
Ou será o aroma a pêssego e as memórias dos bons momentos as únicas coisas que vão levar desta ligação?

Megan Maxwell conquistou-me com a série "Pede-me o que quiseres" e eu não perco a oportunidade de ficar a conhecer cada história que chega até nós com a Editorial Planeta.
Façam o mesmo!
Vão lá sentir "O teu aroma a pêssego" e sonhar com um bombeiro que nos beija ao som da chuva e de "Solamente tú" 


Uma novidade

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Novidade Planeta :: "Tua para sempre" - Saga Hacker - Livro 5

E em Novembro chega o quinto livro da série Hacker.


Nesta fascinante conclusão da série «Hacker», Blake parece ter desistido. Porém, Erca lutará com todas as suas forças pelo seu relacionamento, o seu futuro e pelos frutos desse amor. Custe o que custar. Dias após o casamento, Blake e Erica Landon embarcam para a lua-de-mel, uma viagem que aprofunda a sua ligação e promete fazer desaparecer as cicatrizes do passado. Quando os problemas parecem estar a desaparecer, o escândalo envolvendo o governador Daniel Fitzgerald ameaça a paz recém-descoberta. De regresso a casa, Blake vê-se no centro da controvérsia, assombrado pelas transgressão do seu passado hacker, que não tem qualquer desejo de reviver.

Será que Blake vai permitir que o passado ganhe? Ou consegue Erica convencê-lo de que pela nova vida juntos vale a pena lutar, agora mais do que nunca...

Uma novidade

Novidade Planeta :: "Viciado no Pecado"

A primeira vez que vi a sinopse deste livro pensei "raios, já sei que música vou incluir na minha opinião" ahahah
:D
Já está na wishlist!


Intenso, Sexy, Inesperado e Arrepiante. Uma história erótica e de suspense, que é também uma grande história de amor e redenção. Escrito do ponto de vista do Doutor Dixon Mathews, um psiquiatra de Nova York. Convincente e chocante é uma história de amor que irá manter o leitor absorvido até ao fim... Matthew Dixon irá contar-nos a atracção por duas mulheres. Uma acalma os seus instintos predatórios. A outra o instinto protector. Qual das duas escolherá?

Uma novidade

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Novidade Nascente :: "A Viagem da Tua Vida"


Vender a casa, o carro, deixar o emprego ou pedir licença sem vencimento, fazer as malas e partir, sozinho, em casal ou com os filhos. São cada vez mais as histórias que ouvimos de amigos, ou amigos de amigos que, sem hesitações, decidem partir para descobrir novas culturas, diferentes formas de pensar e estar e, muitas vezes, para se descobrirem. E um dia mais tarde, provavelmente ao contrário da maioria de nós, não se arrependerão do que deixaram de experimentar, conhecer, viver.

Andrés Pascual, escritor e viajante, já visitou mais de 40 países. Neles encontrou inspiração para os seus romances e, acima de tudo, lições valiosas que o guiaram na viagem mais importante de todas: a que fez ao fundo do seu coração para descobrir o que realmente desejava, redirecionando assim a sua vida.

No livro A Viagem da Tua Vida (Nascente l 256 pp l 15,98€), Andrés Pascual, que largou uma carreira de 20 anos como advogado, recorda dez viagens a dez países bem distintos, revelando como o que viu, ouvir e sentiu mudou a sua forma de olhar a vida.

A verdadeira viagem não é aquela de que se trazem novas paisagens, confessou-me a Marianne num sussurro. A verdadeira viagem é aquela de que se trazem novas formas de olhar para si mesmo. – Andrés Pascual


A NASCENTE DISPONIBILIZA OS PRIMEIROS CAPÍTULOS PARA LEITURA AQUI.

Uma novidade

Novidade Lua de Papel :: "Motel Voyeur"

Ora aqui está uma leitura fora do vulgar.

Durante décadas o dono de um motel espiou os seus clientes e registou tudo num diário. Agora Gay Talese revela-nos a arrepiante história do “maior voyeur do mundo”.


Gay Talese era já um dos mais aclamados jornalistas americanos quando, no dia 7 de Janeiro de 1980, recebeu uma carta anónima. O autor revelava um extraordinário segredo: era dono de um motel nos arredores de Denver onde instalara uma “plataforma de observação”, através do qual espiava – há décadas – o que acontecia em cada um dos 21 quartos. Na sequência da carta, Talese viajou para o Colorado, onde conheceu o seu autor, Gerald Foos, que se auto-intitulava “o maior voyeur do mundo”. Gerald queria contar a sua história, mas punha como condição permanecer no anonimato. O jornalista recusou. 
Nos anos seguintes foi recebendo cartas de Gerald, e excertos de um diário detalhado sobre o que o voyeur via na intimidade dos quartos. E via muito. Sexo, traições, ménages a trois, mas também solidão, desespero, crimes e até um assassinato. Testemunhava, ao mesmo tempo, o rosto de uma América que mudava: os anos da libertação sexual, a crescente miscigenação racial, a explosão da homossexualidade, o surgimento de novos géneros sexuais… 
A história poderia ter ficado perdida. Mas quando em 2013 o dono do motel decidiu sair do anonimato, Gay Talese aceitou escrever a sua história. O resultado é um extraordinário trabalho de jornalismo narrativo, onde se cruzam as entradas do diário do voyeur com as observações do jornalista

Uma novidade

Opinião "Seduz-me"

O infame pirata St. John e a bela viúva Winter, que adorável par traiçoeiro que se junta nesta teia de segredos, sedução e justiça que é o mais recente livro de Sylvia Day, "Seduz-me".


Christopher St John já nos é familiar da leitura de "Obstinada". Oh vá lá, quem não ficou rendida ao misterioso e perigoso pirata que atire a primeira pedra. Quem não o ficou a conhecer antes, faça um favor a si própria e leia "Obstinada".
Voltamos a encontrar Christopher St. John, desta vez numa das pontas da conspiração que o poderá ilibar das acusações que finalmente a Agência conseguiu impingir contra ele. Um pirata digno da sua reputação tem muitas razões para ser preso, condenado e enforcado mas St. John não teria a fama que tem se tivesse sido apanhado mais cedo e tão facilmente.
Mas desta vez o caso tem uma ponta solta e esta pode ser a parte da corda que sela o destino em torno do seu pescoço. A sua liberdade em troca da vida de outra pessoa. Que dificuldade terá um pirata nesse acordo? Nenhuma. Que impedimento terá St John? Um muito grande, especialmente depois de conhecer Maria Winter.

Do outro lado do ringue tem aquela que é talvez a única concorrente à altura do desafio humano que que é St. John.
Lady Winter, duas vezes viúva, é uma mulher tão bela como perigosa.
Dizem os rumores que os seus dois maridos não morreram de velhos e que há qualquer coisa na vida desta viúva invernal que não bate certo.
Mas as aparências que o mundo conhece, são exactamente o que se vê à superfície não o que estes dois realmente são.

Por debaixo do perigo, das decisões a sangue frio e da habilidade para lutar pela sua sobrevivência acima de tudo está a lealdade para com os que lhes são próximos, os segredos que fazem buracos na sua couraça e o fogo que secreta e lentamente os começa a consumir.

Quem sairá com vida desta história?
Haverá possibilidade de duas personagens tão infames terem um final feliz?

Sylvia Day nunca desilude. Embala-nos com graça, faz-nos começar a gostar das personagens, deixa-nos na ponta da navalha e depois...
dá-nos aquilo que queremos desde o início, não sem antes nos fazer bater com a cabeça um bocadinho. Caso contrário, que graça tinha.

Mal posso esperar por ler o próximo. Não sei qual é mas se for na onda dos anteriores...QUE VENHA ELA.
Eu tento encontrar um preferido mas neste momento consigo apontar três.
Já leram algum dos seus romances históricos publicados pela Quinta Essência?



quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Novidade Editorial Presença :: "A Química" - O novo livro de Stephanie Meyer

A segunda semana de Novemnro traz uma novidade que sabemos que vai agradar umas quantas seguidoras.

Não percam o novo livro de Stephenie Meyer, a autora da saga Twilight e de "Nómada". Um mistério eletrizante e romântico, de tensão permanente.
Neste thriller empolgante, uma ex-funcionária perseguida pela agência governamental para a qual trabalhava tem de executar uma última missão para limpar o seu nome e salvar a sua vida.

Apesar de trabalhar para o governo dos EUA, poucos sabiam disso. Considerada uma especialista, era um dos elementos mais ocultos de uma agência tão secreta que nem sequer tem nome. Quando entenderam que a sua ex-funcionária os punha em perigo, tomaram de imediato a decisão de a perseguir. Agora, ela tem de mudar constantemente de lugar e de identidade. Os seus perseguidores mataram a única pessoa em quem confiava, mas as informações secretas que guarda são uma ameaça, por isso estão determinados a eliminá -la o mais rapidamente possível.
Quando o seu antigo supervisor lhe propõe uma alternativa para sair desta situação, ela crê estar perante a única oportunidade de escapar. Para tal, terá de aceitar uma última missão para a agência. Infelizmente, cedo compreende que as informações que lhe foram transmitidas a colocam numa situação ainda mais perigosa. Decidida a lutar, prepara-se para o confronto mais difícil da sua vida, mas dá por si apaixonada por um homem que apenas complica as suas possibilidades de sobrevivência. À medida que essas possibilidades escasseiam, vê -se obrigada a usar os seus talentos únicos de formas que nunca imaginou.

Neste novo romance, Stephenie Meyer criou uma nova heroína determinada, fascinante e com talentos únicos, demonstrando mais uma vez o que a leva a ser uma das autoras mais admiradas da atualidade.

Uma novidade

Para mais informações visitem o site Editorial Presença

Opinião "Completamente tua"

Este terceiro capítulo da trilogia Blackstone vem dar uma abanadela drástica à vida de Brynne e Ethan. Depois do fatídico evento em que vimos a segurança de Brynne ser colocada em causa, Ethan não a vai deixar sair debaixo da sua alçada. Em poucos meses a sua bela americana tornou-se o centro da sua vida, o seu maior tesouro. 
E quando esse tesouro ganha um valor incalculável, até onde estará Ethan disposto a ir para salvar aqueles que mais importam?


Brynne e Ethan não sabiam serem perfeitos um para o outro até ao dia em que ele recebeu um pedido para a proteger. O que seria um simples trabalho para Ethan Blackstone, tornou-se o primeiro passo num caminho para a paz de espírito que tanto necessitava. Para Brynne, esta relação é o bálsamo para as feridas do passado que há muito que faziam parte do seu dia a dia e da sua luta diária mas ter finalmente alguém em quem confiar de corpo e alma, deu-lhe um motivo para querer viver, para querer seguir em frente de cabeça erguida.

Em "Completamente tua", desta vez contado em pontos de vista partilhados, temos oportunidade de presenciar em primeira mão grandes mudanças na vida de ambos, umas boas e outras terríveis. Mas acima de tudo, temos a oportunidade única de espreitar para o passado de Ethan que tanta curiosidade me deu ao longo dos outros dois livros.
Finalmente, num gesto de amor e confiança, é aberta uma porta para os traumas de guerra de Ethan e o que vislumbramos é mais do que razão para os tumultos que lhe assombram a alma.
Mas com Brynne por perto, Ethan dá os primeiros passos para ultrapassar a sua tormenta. 
Enquanto forem um do outro, tudo estará bem.

Ser completamente sua, inteiramente de Ethan Blackstone não me parece ser uma má maneira de viver a vida :) mesmo quando se tem a cabeça a prémio.
Onde me inscrevo?
É que estes dois são fogo! 


E exactamente como eu pensei ao ler o livro, que isto não podia ficar resolvido só assim, fiquei agora a saber que existe um quarto livro "Rare and Precious Things".

Porque embora um problema esteja arrumado na prateleira, outro continua a assombrar o dia e as noites do casal. Ethan, que passo a passo suturou uma ferida aberta na sua vida, precisa de finalmente deixar para trás os momentos marcantes do seu passado para assim aceitar o futuro de braços abertos.
Que venha o próximo e último capítulo deste romance blackstone :)

Até lá...
Boas leituras

A série Blackstone é uma aposta

terça-feira, 25 de outubro de 2016

[TAG] CONFISSÕES DE UM LEITOR :)

Vamos lá aceitar um desafio para partilhar umas curiosidade literárias convosco. :) 
O TAG para este desafio foi feita pela Sandra do Mil Estrelas no Colo.
Obrigada Sandra.

1. Alguma vez estragaste um livro?
Estraguei o Acheron! Decidi num dia frio levar o Acheron para a cama, acompanhado de uma caneca de chocolate quente....
Deu nisto!

2. Alguma vez estragaste um livro emprestado?
Nunca. Trato-os com muito amor e carinho.
Isto, meus caros amigos a quem empresto livros, é uma dica. 


3. Quanto tempo demoras a ler um livro?
Depende do livro, depende do cansaço diário, depende da minha inclinação para a leitura naquele dia. Por norma, 2/3/4 dias :)
Se for algo que eu realmente esteja a gostar, eu devoro um livro em pouco mais de um dia e meio.

4. Livros que nunca terminaste?
Por norma não agarro coisas que sei que não são o meu género de leitura. Por vezes acontece tropeçar em livros que não estou a gostar muito mas continuo. Já deixei livros a meio mas agora não me sai nada. :S

5. Livros populares que não gostaste?
Ficam muito chateados se eu disser que tentei ler Tolkien mas achei uma seca? :S 
Ou que li o Principezinho em português e inglês e não fiquei por aí além louca com o livro? 
Que sou mega fã de Game of Thrones mas que só consegui ler até ao terceiro livro porque demorava quase 3 semanas a ler um livro? 
É....sorry!

6. Há algum livro que não dirias a ninguém que leste?
Ahhh....nem por isso, estou bastante confortável com as minhas escolhas. O que é suposto ser um livro que se tem vergonha de dizer que se leu? 
Aqueles que eu leio? :) hahaha


7. Quantos livros tens?
ahhhh umas três ou quatro centenas. Acho eu!
Da última vez que os arrumei, quando comprei estante porque já não tinha espaço para os arrumar, lembro-me de os ter contado e a conta ia mais ou menos aí. 
Hey, sei quem tenha muitos mais :) 

8. És uma leitora rápida ou lenta?
Acho que me considero uma leitora rápida, quando estou efectivamente a ler. Por vezes, o trabalho, a família, o cansaço, os filmes, as séries, a cama ou a procrastinação é que me tornam lenta :P

9. Gostas de fazer leituras conjuntas?
Nunca o fiz!
Já fico feliz de ler os mesmos livros que algumas amigas minhas e ter depois a oportunidade comentar a história com elas mas ao mesmo tempo, nunca aconteceu.
Quem sabe um projecto para os próximos meses. É uma coisa fácil de fazer, especialmente entre blogs. Que tal um TAG LEITURA CONJUNTA?

10. Lês melhor mentalmente ou em voz alta?
Mentalmente, sem dúvida. Dentro da minha cabeça sou uma óptima leitora. Faz algum tempo estive a ler para os miúdos e detesto ouvir-me ler em voz alta.

11. Se tivesses autorizada a só ter um livro qual seria e porque?
Ahhhhh "A Rapariga que roubava livros" porque me dá....esperança. Especialmente o pequeno livro dentro do livro.  Acho que preciso de o revisitar.

E agora....
quem é que vou identificar aqui?
Podem ser leitores/ seguidores do Efeito dos Livros?

«Cheio de Vida» de John Fante :: Opinião


Apreciem o arranque deste relato:

"Era uma casa grande porque éramos pessoas com planos em grande. O primeiro já lá estava, um monte na barriga dela, uma coisa que se mexia com movimentos intensos, deslizando e contorcendo-se como um novelo de serpentes. (...) Tinha a coisa dentro de si e estava alheada, altiva, com uma aura de beatitude. 
Todavia, eu não gostava da protuberância." 

É isso mesmo, beatitude, humor, algum alheamento e muitos planos. É assim este «Cheio de Vida» de John Fante que mais uma vez me conquistou como aquando da leitura de «A confraria do vinho». Com uma linha cronológica mais firme, vamos acompanhando as peripécias da evolução da protuberância de Joyce juntamente com o marido, o próprio Fante. No entanto, para o quadro familiar ficar completo precisamos que Nick Fante salte para cena e o autor não deixou o pai ficar de fora. Nem ele, nem as suas manias que conferem a atribulação necessária ao seio familiar. Se o leitor julgava que as térmitas iriam ser o pior problemas deste casal com uma casa grande, desengane-se.

"Eles estavam arregimentados contra mim, e havia um muro a separar-nos, uma lareira."

"- Então? - disse ela.
- Quero falar contigo.
- A sim?
Começou a escovar o cabelo.
- Quero que te deixes de parvoíces. Nada de pegar em pesos. Nada de partir pedras. 
- É tudo?
Queria abaná-la.
- Cheguei a uma decisão. Pára com isso ou saio desta casa.
Ela esboçou um sorriso e sacudiu o cabelo molhado.
- Podes sair a qualquer altura.
- É essa a tua decisão?
- Sim, querido. 
Carrancudo, saí do carro. A escolha tinha sido dela. Fora ela a decidir. Mas não saí. Não se pode deixá-las quando estão naquele estado."

O humor e a emoção são uma constante em todo o livro, sem nunca perder o traço da simplicidade que caracteriza a sua escrita, no entanto, Fante mantêm a tensão e a intimidade, abordando as alterações na vida de um casal prestes a ter um filho. As dúvidas, os medos, as inseguranças e claro, o próprio conceito de família que testam a boa saúde de qualquer relação.

"Como se fosse uma pedra, a criança pôs-se entre nós."

O mito do american way of life choca, recorrentemente, com as raízes italianas da família Fante, especialmente quando esta nova vida traz consigo o chamamento religioso, ainda assim quando as situações se tornam dignas de cada um rugir para seu lado, os diálogos formam como que um rodopio, revelando toda a boa disposição e esperança que este livro encerra.

"A Mamã sorriu.
- Porque salpiquei a vossa cama com sal.
O Papá riu-se.
- Pois foi. Sal na cama. Fui eu que dei a ordem.
Aquilo era muito irritante. Presunçosos, ficavam com os louros de tudo."


Um livro ALFAGUARA | Penguin Random House Grupo Editorial

Novidade Planeta :: "O teu aroma de pêssego"

Esta semana chega um novo livro de Megan Maxwell.
E eu já o li!!!!
A opinião sai ainda esta semana. 

Ana e Nekane gerem um estúdio fotográfico na zona antiga de Madrid. Um dia deflagra um incêndio no seu edifício e, apesar de estarem habituadas a trabalhar com modelos glamorosos, não podem deixar de se surpreender ante aqueles corajosos machões vestidos de azul que não se preocupam por o seu cabelo se encrespar ou por sujarem as mãos. Quando a objectiva da máquina fotográfica de Ana se centra em Rodrigo, o seu coração indica-lhe que já nada voltará a ser igual. Ele dá-se conta da maneira apatetada como ela está a olhar para ele e, apesar de não simpatizar com ela, iniciam uma estranha amizade. Tudo se complica quando Ana descobre que está grávida e Nekane a encoraja a cumprir a sua fantasia sexual com o bombeiro antes que a barriga, as estrias e os enjoos matinais se manifestem e o espantem. No entanto, uma mentira de Ana aos pais dará origem a um sem--fim de enredos e situações alucinantes que deixarão Rodrigo sem fala.

Uma novidade

Relembramos a opinião a outros livros da autora aqui

Novidade Topseller :: "Sete dias para se apaixonar"

A metade colorida anda muiitoooooo atrasada nas novidades Tessa Dare mas não é por isso que deixo de partilhar convosco a novidade já para o final de Outubro.
Este é o segundo da série Spindle Cove.



Spindle Cove é uma vila para donzelas em risco de serem seduzidas pelos cavalheiros errados.Minerva Highwood, uma inteligente e determinada geóloga, habitante de Spindle Cove, está a planear uma viagem à Escócia para apresentar uma grande descoberta num simpósio de relevo. Mas uma mulher solteira e de boas famílias não pode viajar sozinha. E só uma pessoa a poderá ajudar. Lorde Colin Payne, um conhecido libertino, está ansioso por voltar Londres, agora que a guerra acabou. Porém, sem dinheiro, não tem como sair da vila. Minerva Highwood tem a solução para o seu problema, mas para isso ele terá de a acompanhar até Edimburgo. Estão reunidos os ingredientes para um verdadeiros escândalo.Estes parceiros improváveis embarcam numa viagem de quase 700 quilómetros, tentando convencer as respetivas famílias de que estão apaixonados e que fugiram para casar. Ao longo de sete dias, eles terão de partilhar uma carruagem e… uma cama, sem se matarem. Será que vão conseguir chegar ao destino inteiros? Ou ficarão perdidos de amor pelo caminho?

Uma novidade 


Relembramos o primeiro livro da série

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Novidade ASA :: "A Magia do Acaso"


Sofia, secretária num escritório de um famoso advogado, casada com André, um bem-sucedido administrador de uma empresa do ramo imobiliário, e eterna sonhadora, sente-se insatisfeita com a confortável vida que leva. Num encontro improvável conhece Bernardo, um fascinante homem de negócios. Apesar do charme inebriante deste e da inesperada atracção que sente não se decide a pôr em causa o seu casamento. Mas um acontecimento inesperado encarregar-se-á de fazer tremer os pilares da vida monótona que hesita em deixar. Após inúmeros encontros e desencontros, peripécias e reviravoltas, Sofia consegue finalmente fazer uma ruptura total com a vida que levou até aqui, virar a página e entregar-se por completo a Bernardo. Os sonhos e a magia do acaso vencem sempre.

Uma novidade

Novidade Bertrand :: "O Código da Vinci - Edição Juvenil"

Prepara-te para uma terrível corrida contra o tempo...


O best-seller de Dan Brown está agora disponível numa adaptação da obra feita a pensar numa nova geração de leitores mais novos. A estrutura base do romance mantém-se inalterada na condução dos leitores desde Paris até Londres, passando por alguns dos seus lugares mais emblemáticos, numa alucinante corrida contra o tempo. A edição inclui mais de vinte fotos coloridas que mostram os locais e as obras de arte mais marcantes na narrativa. A maior conspiração dos últimos dois mil anos está prestes a ser revelada a uma nova geração. Robert Langdon, professor de simbologia da Universidade de Harvard, está em Paris para dar uma palestra. Na receção que se segue deve encontrar-se com um respeitado curador do mundialmente famoso Museu do Louvre.

Mas o curador nunca aparece e mais tarde, durante a noite, Langdon é acordado pelas autoridades é informado que o curador foi encontrado morto. De seguida, é conduzido ao Louvre, à cena do crime, e descobre pistas desconcertantes. Este é o ponto de partida para uma corrida contra o tempo, na decorrer da qual Robert Langdon, auxiliado pela criptologista francesa Sophie Neveu, procura decifrar um conjunto de pistas especificamente deixadas para sua interpretação. Se Robert e Sophie não conseguirem resolver o quebra-cabeças a tempo, serão confrontados com um trágico destino.

Uma novidade


Novidade ASA :: "À mesa com o assassino"

Após Crime num Quarto Fechado, o detetive inspector K2 e Patrícia Borchmann voltam a unir-se para desvendar mais um mistério em Oslo.



  DURANTE UM JANTAR PRIVADO, EM OSLO, UM RICO EMPRESÁRIO MORRE INESPERADAMENTE.
A notícia deixa o detetive inspetor Kolbjørn Kristiansen (também conhecido como K2) particularmente perturbado. Isto porque, apenas um dia antes, a vítima o contactara, dizendo temer pela vida. São dez as pessoas que se reuniram no jantar fatal. Todos são suspeitos pois todos tinham motivos para odiar o milionário, e as alterações recentes ao seu testamento podem ter desencadeado o crime. Mas quem, de entre os dez, teria o motivo mais forte? A mulher? A ex-mulher? Os filhos? Seria a secretária atraente, ou o seu antigo companheiro de luta?

Mais uma vez, K2 recorre à enigmática e genial Patricia Borchmann. Embora esteja presa a uma cadeira de rodas, a jovem tem a mente suficientemente arguta para desenredar a trama de mentiras dos convidados. Mas quando começam a chegar cartas misteriosas a anunciar novas mortes, K2 sabe que tem de agir depressa…

Uma novidade

Novidade Elsinore :: "Yoro"


«Concluí que, se tivesse de escolher um nome para nós, escolheria "os que trazemos a bomba dentro de nós", dado que a manhã em que um bombardeiro B-29 lançou o Little Boy em Hiroxima foi só o início da detonação. Noventa por cento de todo o mal que sofreríamos, nós, os sobreviventes, iria sendo doseado minuto a minuto, mês a mês, ano a ano, emprenhando-nos desse mal que, se fosse abortado, seria só para nos abortarmos com ele.» "Yoro" é uma odisseia assombrosa pelos lugares mais profundos e negros da mente humana. Ecoando Dom Quixote, Wim Wenders e Herzog na sua tensão narrativa, este romance é a busca de uma mulher por identidade, justiça, compaixão e maternidade. H, a narradora e protagonista, confessa um crime nas primeiras páginas. E, em tom desafiante, continua, pedindo ao leitor que se atreva a ler a sua história, a sua confissão. H nasce em 1945, no momento da explosão da Little Boy sobre Hiroxima. Anos depois H conhece Jim, um soldado norte-americano que procura, desde a guerra, uma criança que lhe foi entregue e depois retirada: Yoro. Apaixonados, percorrem o mundo seguindo as mais ténues pistas, até que, na viagem final, a verdade — complexa e perturbadora — revela o crime de H e a sua razão. Torrencial, cru, pendendo entre polos opostos — amor e desespero, encontro e confusão, descoberta e prisão —, "Yoro" carrega nas suas páginas o caos pós-Segunda Guerra Mundial, o encontro frontal com a sexualidade e o mundo, a violência da linguagem e da lógica.

Uma novidade