Pesquisar neste blogue

A carregar...

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Opinião "Nem tudo será esquecido"

Sente-se no divã. Vamos falar sobre o livro que andou a ler, o "Nem tudo será esquecido" da autora Wendy Walker.
Diga-me que sentiu ao ler este livro.
"Medo. Por mim, pelo outros e pela minha própria cabeça"


Conhecemos Jenny quando somos esbofeteados com alguns detalhes da sua violação logo na primeira página. Ouch, é mesmo assim. Não começa com paninhos quentes mas sim por onde doí mais. Começamos com um abre olhos pela voz de um narrador, uma terceira pessoa observadora e analítica, que nos conta o que se passou e que a pouco e pouco nos coloca lá, não exclusivamente no momento deste vil acto mas na cidade de Fairview e no seio desta família esventrada.

Quem, numa pacata cidade onde todos se conhecem, cometeria tal acto?
Quem poderia querer fazer mal à doce Jenny?
Qual a melhor maneira de ultrapassar este evento marcante? Atacar as poucas pistas para descobrir um culpado ou encontrar um modo de esquecer e seguir em frente?

Infelizmente dizem que a dor tem de ser sentida para fazer sentido, para que lhe seja atribuído um propósito, um significado. 
Uma dor sem memória é um vazio, uma ideia inexplicável que cava um fosso bem fundo numa pessoa, quanto mais quando existem provas físicas mas nenhuma recordação para lhes dar sentido.

"Nem tudo será esquecido" é diferente. Sinto que se falar sobre a história, sobre as personagens, sobre a luta interna de cada um ou a busca por justiça, estarei de alguma maneira a passar algum spoiler que irá com toda a certeza roubar o gostinho de lerem a história.
Esta é daquelas que se lê, de preferência, sem grandes interrupções, tudo seguido.
É complexa, talvez um pouco lenta de início mas desafio-vos a chegar ao fim. 

"Nem tudo será esquecido" é uma viagem à mente humana, um curso semi intensivo sobre os intramites da memória, uma história de luta familiar, pessoal e profissional que converge toda num evento que preferíamos que nunca acontecessem em lado nenhum do mundo...mas acontece.

Coloquem este na vossa wishlist, não se vão arrepender.
NOTA: não é para gente fraca de estômago. Gosto de avisar!

Uma grande aposta

Para mais informações visitem o site da Editora

2 comentários :

EfeitoCris disse...

Esta tua foto está muito bem conseguida

ElsaR disse...

feito histórico...
foi auto retrato :) só para não dizer selfie ahahha