quarta-feira, 21 de agosto de 2013

O Toque do Highlander :: Opinião

Damn you, Karen Marie Moning!!
É o primeiro pensamento que tenho quando este livro me cai no colo e eu sou puxada para dentro dele, como a personagem principal é bruscamente sugada para um século que não o seu.
Eu bem tento me afastar destes livros mas não consigo. É mais forte do que eu e sinceramente, não me importo nada. Ao ler este, que é suposto ser o 3º livro da colecção, tenho uma imensa vontade de me levantar, pegar na carteira e sair disparada para o primeiro local que tenha os livros todos para eu os comprar, trazer para casa e lê-los todos seguidos. Parece-me um óptimo plano mas a carteira discorda comigo, enquanto refunde o multibanco num canto bem escondido.

Já li O Amante Imortal em 2010 mas voltava a lê-lo, de preferência, na ordem correcta. Curiosamente foi uma leitura de férias naquele ano :)
 A Saída de Emergência foi publicando esta colecção por outra ordem mas pelo que já me disseram a leitura alternada não compromete o conteúdo dos outros livros, anteriores ou posteriores que ainda temos por ler.
Como por esta altura já estão todos lançados....ahh vou ter mesmo de os ler e quero começar no primeiro -Highlander - Para Além das Brumas

(foto elsar....com a elsa tb!)
» Excerto «

A minha opinião:
Ora pois onde posso eu encontrar um objecto que me envie para o Castelo Brodie nas Highlands? 
Não há?! Pois, já calculava, isto soa sempre demasiado bom para ser verdade. 

Como já referi anteriormente, eu adoro livros que tenham lugar nas Highlands. Gosto de toda a dinâmica dos clãs, das descrições dos terrenos, dos castelos....faz-me viajar sem sair do meu lugar.
Embora com traços comuns a tantas outras histórias do género, com o feroz guerreiro e a intrigante mulher que lhe toma as rédeas do coração, "O Toque do Highlander" apresenta um elemento que faz com que esta história seja diferente, pelo choque de culturas. Imaginemos duas pessoas separadas por 700 anos que são confrontadas com a vida uma da outra, com os costumes e maneirismos. É normal achar que não podiam ter uma realidade mais distante mas, no entanto, Circenn e Lisa estão tão próximos um do outro, quer física como emocionalmente. Entre tantos séculos de distância encontram o que cada um mais necessitava, a sua outra parte. Lisa, uma mulher do século XXI obrigada a abdicar da sua vida para subsistir a mãe que está doente e Circenn, um guerreiro do século XIV que embora cuide do seu clã criou à sua volta muros bem altos que o protegem da dor que é perder os seus ente-queridos ao longo da sua vida imortal. Ambos encontram um no outro o balanço que a sua existência requer. Ambos têm decisões a tomar que vão contra a sua natureza protectora e honrada mas no fim, por mais duras que são as voltas que têm que dar, encontram o caminho de volta um para o outro.

"O Toque do Highlander" vai raptar amantes das Highlands, dos bons diálogos, de boas doses de comédia e acima de tudo, dos que gostam de um bom romance.

Uma leitura por conta da
Saída de Emergência

Agora vou em missão de arranjar os outros.
Tomem conta de vocês!
Boas leituras!

2 comentários :

Niatara disse...

Já li TODOS os livros da Karen Marie Moning (Série Highlander e Série Fever) excepto este "Toque do Highlander" e o anterior "O domar do Highlander" e (credo) nunca deixa de ser absolutamente viciante!!!
KMM captura-nos de uma forma unicamente conseguida por ela....
E, não, eu nunca tentei afastar-me dos livros desta senhora. Sou simplesmente vítima do efeito de iman, nem vale a pena sequer olhar para o lado e tentar ler outros livros! ;)

Joel Carvalho disse...

Pedimos desculpa mas é apenas para divulgar. Um casal, a crise, poupanças e histórias de quem vive a crise como muitos outros, mas onde a poupança é o melhor remédio. Pode passar a mensagem…? Obrigado!

http://ocarteiravazia.blogspot.com/