Pesquisar neste blogue

A carregar...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Opinião "O Protector"

Jake e Camille...voltem..isto soube-me a pouco!
Jodi habituou-nos a trilogias e agora faz com que nos caia no colo esta bomba humana que nos abandona ao fim de 400 e poucas páginas.
Citando a música "soube-me a pouco"


Conhecemos Jake perdido entre os seus vícios, as distracções para a realidade que o assalta. Ex sniper das SAS (forças especiais inglesas) com uma pontaria certeira e um passado conturbado, Jake refugia-se num álcool e nas coxas alheias sempre que não está de serviço.
Uma parede sólida de músculo e determinação, Jake tem muitos buracos na alma e uma dificuldade enorme de funcionar com coerência na maioria dos dias em que não está em missão. O trabalho é a cola dos seus dias e da compostura que o torna um dos melhores naquilo que faz, dar o corpo ao manifesto pela protecção do seu cliente.
Problema é que com Camille Logan há mais do que um corpo a manifestar-se. Além de se preparar para combater a ameaça do qual Camille é alvo é preciso se preocupar em lutar contra a poderosa e latente atracção que surge entre ambos no momento em que se conhecem.
Camille também não fica nada indiferente ao momento em que aquele monumento de homem lhe é imposto pelo paizinho magnata.
Determinada a tomar rédea da sua vida, a modelo socialite com um passado amoroso conturbado e com uma propensão para o escândalo, surpreende-nos por ser mais senhora do seu nariz do que a acham capaz de ser.
Um duelo de titãs teimosos com vontades de ferro, excepto no que toca a estarem próximos um do outro.
Conflituosos, desafiantes, submissos e rendidos, é assim que estes dois se vergam ao peso da atracção, que sucumbem ao poder da compreensão mútua e que cerram fileiras para lutarem um pelo outro e por um futuro juntos.
Mas até que o caminho para a frente esteja livre, há que eliminar as ameaças que fizeram de Jake O PROTECTOR de Camille e os segredos que camuflaram, por trás de uma parede de vícios, o homem que começamos a descobrir.
Jake está disposto a colocar o seu corpo na linha de fogo mas estará pronto para colocar o coração?


Com "O Protector", Jodi Ellen Malpas escreveu um conto fadas moderno onde não falta o romance, a ironia, a aventura, o perigo e o Vilão que acaba sempre por ser derrotado com o "viveram felizes para sempre"
Ah e aquela última frase...
Gostei bastante !! Foi a cereja no topo do bolo.

PS: Adorei o Jake ao início, depois tive um momento em que pensei que o ia odiar mas depois cheguei à conclusão que não conseguia.
Mas...Anjo...quem diz Anjo é o Gideon :) sorry Jake!
E há uma outra cena que me fez recordar o Gabriel Emerson e a minha necessidade de voltar a ler a trilogia de Sylvain Reynard.


"O Protector" é um livro único, sem continuação, publicado pela

Relembro a opinião às duas trilogias da autora
"ESTE HOMEM"
e
"UMA NOITE"

Sem comentários :