quarta-feira, 18 de abril de 2012

All about books

:)

Breve História de Amor de Tiago Rebelo


Sinopse:
Breve História de Amor é o desfile de retratos autênticos sobre relações quotidianas. Caminhos do acaso que levam homens e mulheres a cruzarem os seus destinos, por vezes, nas circunstâncias mais surpreendentes.
Pessoas que se encontram, ou se reencontram, que se unem ou se separam, sentimentos intensos e irreprimíveis que determinam as suas vidas e alteram bruscamente e sem aviso os seus destinos.
Através de uma descrição intensa e cirúrgica, Tiago Rebelo conduz-nos aos pensamentos mais íntimos das personagens que tantas vezes se confundem com os nossos.
Autor de romances bem conhecidos do público, como O Tempo dos Amores Perfeitos, O Último Ano em Luanda ou Uma Noite em Nova Iorque, Tiago Rebelo oferece aos leitores a versão original das melhores histórias publicadas ao longo de mais de um ano na revista Domingo, do Correio da Manhã, e ainda o conto inédito Amores Indeléveis.

A minha opinião:
Logo na primeira história senti que levei uma livrada de 168 páginas na cara às primeiras horas de segunda-feira. Quem te mandou escolher um livro que fala sobre amor, repleto de momentos mágicos, paixões em que tropeças e cais no colo de alguém novo e interessante....quem te mandou ler sobre os que encontram (e perdem) aquilo que teimas em pensar que não procuras?
É um pequeno livro, cheio de curtas amorosas, trágicas, banais e suspeitosamente familiares histórias de amores e desamores.
O gostar ou não gostar, vem de acordo com a tua bagagem e o limite de peso imposto até agora.
Lado positivo, se não gostares, o natal está mesmo ao virar da esquina e há sempre alguma romântica incurável que não só irá adorar com tem a oportunidade de tirar de algumas histórias lições que não aprendeu com os tropeções que deu na sua própria vida.
Esta opinião foi publicado no Blog Ouvi Dizer
 Inspirada neste livro, iniciei uma série de pequenos textos do mesmo género, espero que gostem.

terça-feira, 17 de abril de 2012

O Fim do Alfabeto de CS Richardson

Sinopse: 
Ambrose Zephyr descobre de repente que o tempo se está a esgotar quando o médico anuncia que, devido a uma misteriosa doença, lhe resta um mês de vida. Por isso, ele e a mulher, Zappora Ashkenazi, decidem viajar para todos os sítios de que ele mais gostou ou que mais queria ver, de A a Z, começando por Amesterdão. Em Istambul, porém, Ambrose e Zappora dão ao resto do percurso um rumo inesperado, ao fazerem as pazes com o tempo perdido e as muitas perguntas deixadas para trás… O Fim do Alfabeto é uma história mágica, evocativa e inesquecível que nos leva numa viagem espiritual até às profundezas do amor, da perda e da vida. 

Citações
«Apesar de este romance poder ser lido em menos de duas horas, será recordado pelos leitores durante semanas, meses ou anos.» | Kirkus Reviews starred review 

A minha opinião:
Será difícil de imaginar a nossa resposta perante a realização de que apenas nos resta breves semanas de vida. Eu não consigo sequer pensar no que iria fazer, talvez entrar em histerismo ou apatia total nos primeiros momentos e depois tentar viver num 1 mês o que não vivi até então, como que a tentar colmatar as faltas que cometi comigo mesma e com os outros.
Mas, a fixação de Ambrose Zephyr com as letras do alfabeto faz com que ele e a mulher, Zappora iniciem uma viagem letra a letra no pouco tempo que lhe resta.
Uma história simples e que nos toca, com um fim inevitável mas memorável e que nos faz pensar que tudo é finito, que devemos correr o alfabeto sempre que possível. 

ElsaR

domingo, 15 de abril de 2012

Antes de Adormecer - S. J. Watson


Antes de Adormecer
Editor: Livraria Civilização Editora
Sinopse:
Durante o sono, a minha mente apagará tudo o que fiz hoje. Amanhã acordarei como acordei hoje de manhã. A pensar que ainda sou uma criança. A pensar que tenho toda uma vida de escolhas pela frente… As memórias definem-nos. O que acontece se perdemos as nossas memórias cada vez que adormecermos? O nosso nome, a nossa identidade, o nosso passado, até mesmo as pessoas de quem gostamos – tudo perdido numa noite. E a única pessoa em quem confiamos poderá estar a contar-nos apenas metade da história. Bem-vindos à vida de Christine.
“Um romance de estreia excelente – bem escrito, genuinamente perturbador e psicologicamente muito plausível. São raros os thrillers melhores do que este.”
Joanne Harris
 A minha opinião:
Como será acordar todos os dias e não reconhecer o rosto que nos retribui o olhar no espelho.
Como será o vazio de não sabermos quem somos, onde estamos e quem são as pessoas que nos rodeiam.
Já imaginaram não conseguir reter rostos ou nomes dos que nos rodeiam, dos que fazem parte do nosso passado e presente. Pior que isso, não se recordarem dos momentos que nos trouxeram até ao dia de hoje nem de como foi o dia de ontem. Uma coisa tão simples como o dia de ontem.
Com cada novo dia, a nossa mente ficar em branco.
É arrepiante pensar que o que sabemos de nós mesmo nos é contados por outra pessoa e que sem essa ajuda não seriamos nada.
E saber que a versão dos eventos na boca dos outros nunca é a mesma que dita por nós, por mais semelhante que seja.
Até que ponto, o que nos dizem corresponde à verdade? 

Este livro dá sentido à frase "viver um dia de cada vez" porque a Christine só tem mesmo isso, o dia de hoje para aprender todo o passado enquanto está a tentar se situar no presente.

Os meus parabéns ao S. J. Watson porque adorei ler a introdução que está na lombada 
"Em 2008, Watson foi aceite no primeiro Curso “Escrever Um Romance” da Faber Academy, um programa que aborda todos os aspectos do processo da escrita de um romance. Antes de Adormecer é o resultado"
E um óptimo resultado!

Comentário originalmente publicado no Blog Ouvi Dizer