domingo, 24 de janeiro de 2016

Opinião "Vendetta" de Catherine Doyle

Código de honra, vingança e amor proibido, uma tríade de sucesso para a construção deste Romeu e Julieta contemporâneo com toque gangster que ficamos a conhecer em "Vendetta", o primeiro livro da série Blood for Blood de Catherine Doyle.


Conhecemos Sophie Gracewell (Perséfone de nome original) num verão abrasador nos arredores de Chicago. Alvo de exclusão social devido a um crime cometido pelo seu pai, Sophie tem na mãe,na melhor amiga e no trabalho do restaurante da família o único apoio e entretém. Mas quando a velha casa "assombrada" de Ceddar Hills passa a ter novos ocupantes, a curiosidade de Sophie sobe em flecha, especialmente depois de se esbarrar com um dos irmãos e não ter ficado nada indiferente à sua pessoa.
Nic, por sua vez, dono e senhor de uma beleza caracteristicamente latina, sente-se inadvertidamente atraído por Sophie mas este interesse colide com os outros que o levaram até ali.
Engana-se quem pensa que está história é um simples "boy meets girl".
Oriundos de dois meios muitos diferentes, com sentidos de bem e mal completamente díspares, Sophie e Nic têm assuntos sérios para lidar, ainda antes de poderem sequer pensar dar uma hipótese a si próprios e à ideia de estarem juntos.
Quando as suas verdadeiras identidades ficam a descoberto, quão grande é o fosso que os separa?
E quando a família está em primeiro lugar na lista de prioridades, em que posição fica o amor? E a justiça?


"Vendetta" é uma história que devorei com o mesmo fulgor que teria devorado na minha adolescência.
Amor, máfia, vingança e diálogos mordazes? Oh Deus, combinação perfeita. 
Desde o recente evento que marcou a vida de Sophie, à sua amiga desbocada, à dinâmica dos irmãos, à cena arrepiante no dia do seu aniversário, ao covarde do tio...oh pah, acho que olhei para a história, devorei-a e não encontrei algo que não gostasse.
Este é o primeiro livro da saga Blood for Blood o que dá mote ao verão mais marcante na vida de Sophie e que mudou para sempre o seu futuro.
Quando é que sai o próximo??
Já tenho saudades de Luca. Sim, eu gosto do irmão aparentemente mais irascível :)

Quero ver o que esta confusão toda vai trazer no segundo volume.
Só me lembro das palavras do Padrinho...

Uma novidade
 

Sem comentários :