Pesquisar neste blogue

A carregar...

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Opinião "A Iniciação"

Samara volta até nós de joelhos, com muita coisa para provar e outras tantas ainda por conhecer.
“A Iniciação” ainda agora começou…
O que mais nos vai chocar enquanto caminhamos na Herdade da Quimera?


Confesso que entrei nesta leitura em bicos de pés, com receio do que iria encontrar. Depois de ler “De Joelhos”, que para mim começou mal e que teve momentos em que me chocou/arrepiou, “A Iniciação” mesmo com a sua dose de crueldade, loucura, morbidez e drama é surpreendentemente melhor que o seu antecessor, mesmo nas cenas que me fazem arregalar os olhos.
Se eu achava que os personagens que conhecia eram retorcidos, imaginem a minha surpresa quando fiquei a conhecer a família extensiva da Quimera. Mãezinha do céu!

"Não concebo a minha vida sem ti, sem vocês, sem os que te rodeiam e isso aterroriza-me. Aterroriza-me pensar no que fui capaz de fazer desde que te conheci, essa falta de amor próprio quando me pedes algo..."

Na vilania que é a cruzada de vingança de Dominic há espaço para Samara querer marcar posição e território junto do seu amante e senhor e como sempre, todos os momentos que envolve estes dois são dotados de um erotismo sádico que simplesmente não combina com o tipo de coisa que gosto de ler, no entanto, é o bolo todo que me agarrou ao livro e que me fez devorá-lo em 4 dias.
Principalmente as pequenas histórias que se desenvolvem ao seu redor, daqueles que eles consideram amigos, irmãos, a sua família por escolha. Ou será que o que fazem, o que são é realmente escolha ou mais uma imposição que vem com eles desde sempre?

"Quer dizer que te deitaste com outros homens?
- Bom, gostava de acordar com uma mulher e um homem. Duas mulheres, outro homem...três mulheres...
- pára, pára...
- Não sou homossexual. Amo a feminilidade acima de tudo, mas quando a tua vida é um abismo onde não fazes mais do que cair e nada é suficiente, buscas o amor em todas a suas formas, experimentas muitos tipos de carinho, muitos tipos de sexo....Afinal de contas é só isso....sexo. Gostas de mulheres, Samara?
- Não!"
(hey marquei cantos neste livro, isso é positivo!)

Preparem-se para ficarem espantadas com as reviravoltas, as provações e as obscenidades da vida de Samara nesta nova etapa da sua vida como amante, mulher, submissa de Dominic e parte integrante da peculiar família que tem como centro do seu mundo a Quimera.
E o mais interessante é que no final, depois de ter entrado a medo, franzido o sobrolho e feito carretas, este segundo volume da trilogia Quimera deixou-me com vontade de ler a continuação porque finalmente conseguir ler algo em Dominic que não me deixou com vontade de ser eu a pegar na vara para lhe bater.

NOTA: A cena dos jogos de dor….quem ler que venha cá comentar comigo :) Payback is a bitch!

"Era divertido vê-la com esse vestido infantil, segurando a vara com esse homem corpulento atrás ajudando-a e sussurando-lhe como se de um demónio se tratasse.
- Agora....mais uma vez...castigo.
- É divertido!
- É antes excitante. Se te diverte, ficas à beira do sadismo, se te excita é mais moderado..."


Mas eu continuo a questionar-me….
Malenka, ¿de dónde viene su inspiración?
Esto es una locura. 
Ou será que sou eu que começo a ficar meia louca?
É que....quero ler o terceiro! :|

Oh bem, saí para o mês que vem. Depois podem internar-me no Júlio de Matos :)

A Trilogia A Vingança é uma aposta

Sem comentários :