quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

"Amor 14" de Federico Moccia

 
A minha opinião:
Ler "Amor 14" é quase como voltar a ser adolescente. É sentir as inseguranças desse período, misturadas com a autoconfiança parva de quem pensa ter o mundo na mão.
Escrito de um modo acelerado, como as dezenas de sms que os personagens trocam entre si, "Amor 14" é um livro sobre a descoberta do amor, numa idade em que se vive tudo intensamente e em que uns poucos dias podem conter uma eternidade.
Moccia é, sem dúvida, óptimo a descrever a mente e a vida complexa de Carolina, a protagonista da história, com apenas 14 anos e muito drama para contar. Damos por nós a pensar se éramos realmente assim com a idade dela.
Também fazíamos estes filmes?
Também divagávamos sobre tudo, a toda a hora, mesmo quando estávamos na conversa com outras pessoas? (eu acho que ainda faço isto hoje!)

Gostei de encontrar referências reais, especialmente sobre Roma. Locais para comer, sítios para onde já passei e que me fizeram sorrir. Imaginar Carolina e a sua vida a decorrer em Roma, deu mais cor ao livro. Sempre gostei de livro e filmes passados em Roma.

Quem nunca sonhou roubar beijos em Roma?!

Dizem que de todos os livros de Moccia, este é um dos mais simples. Tenho visto óptimas opiniões sobre os restantes. Qual a vossa sugestão para uma próxima leitura de Federico Moccia?

Recordo que hoje termina o passatempo que permite ganhar um exemplar deste livrinho. Já participaram?
 
Boa sorte e boas leituras!

Sem comentários :