Pesquisar neste blogue

A carregar...

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Novidade Topseller :: "Satisfaz-me" - 6º Livro da Série Stark

Quem gosta de rever Nikki e Damien?
No início de Setembro teremos a oportunidade de ler mais um mini capítulo da sua história.


Eu nunca imaginei que algo pudesse superar a nossa lua de mel, mas a vida como Sra. Damien Stark é muito melhor do que qualquer fantasia. Estamos para sempre unidos pelo nosso amor e pelo nosso desejo. 
No entanto, os fantasmas do passado ainda nos assombram. Não conseguimos escapar dos nossos segredos, nem evitar as pessoas que nos querem separar. Nós não estamos seguros, nem mesmo no Dia dos Namorados. 
Eu farei o que for preciso para proteger o Damien, para lhe dar tudo o que precisa. O seu beijo é a minha devoção, a sua paixão, o meu êxtase. Os perigos que enfrentamos, agora enfrentamo-los juntos, e nada, jamais, nos irá separa

http://efeitodoslivros.blogspot.pt/search/label/trilogia%20stark

J. Kenner é uma autora

Festa do Livro em Belém - Dias 1, 2, 3 e 4 de Setembro


Horário
Inauguração: Quinta-feira às 18h00 e encerramento às 23h00
Sexta feira: 15h00 até às 23h00
Sábado: 11h00 até às 23h00
Domingo: 11h00 até às 20h00


PROGRAMA

A Festa do Livro em Belém é promovida pela Presidência da República e a APEL - Associação Portuguesa de Editores e Livreiros, decorrerá no Palácio de Belém, em Lisboa, entre 1 e 4 de setembro, com a presença prevista de mais de 40 editoras.
Este evento tem por objetivo celebrar os autores portugueses e a sua produção literária. É um momento para convidar os portugueses para visitar os jardins do Palácio de Belém e contactarem com autores portugueses e a sua obra. 
É uma festa onde há espaço para teatro, declamação, tertúlias, cantautores e outras representações que enobrecem a literatura portuguesa. Um espaço de debate e conversas sobre a “leitura” a “escrita” e o seu papel no desenvolvimento da comunidade. 


PROGRAMA
Quinta, 1 de setembro

18H00, Abertura Oficial
18H30, Realejo com Florbela Espanca pela Companhia Marimbondo (Espaço BLX)
19H00, Fiadeira de histórias pelas BLX (Auditório)
20H00, Jogos Didáticos pelas BLX (Espaço BLX)
20H30, Realejo com Florbela Espanca pela Companhia Marimbondo (Espaço BLX)


Sexta, 2 de setembro

15H00, VegiTales - animação de rua pela Companhia Marimbondo (Espaço BLX)
16H00, Oficina de exploradores musicais por Nuno Cintrão - Conservatório de Música de Sintra (Palco Pátio dos Bichos)
17H00, Mesa Redonda: A Sabedoria dos Livros. Frederico Lourenço, Cotovia; José Tolentino Mendonça, Paulinas; Moderadora: Anabela Mota Ribeiro (Auditório)
18H00, Poetas do Povo (Pátio dos Bichos)
18H30, Fiadeiras de histórias pelas BLX (Espaço BLX)
19H00, Jogos Didáticos pelas BLX (Espaço BLX)
19H30, VegiTales - animação de rua pela Companhia Marimbondo (Espaço BLX)
19H45, Poetas do Povo, Declamação - A Poesia da Língua Portuguesa (Pátio dos Bichos)
20H30, Contadores de Histórias: "Contos ao Luar" por Diogo deCalle e Margarida Botelho (Espaço BLX)
23H00, Concerto Cristina Branco (Palco Pátio dos Bichos)


Sábado, 3 de setembro

11H30, Nota a nota - música para bebés por Laura Ferreira (Espaço BLX)
12H00, Jogos Didáticos, Lénia Oliveira e Rita Belchior, pelas BLX (Espaço BLX)
14H00, Fiadeiras de histórias pelas BLX (Espaço BLX)
15H00, Jogos Didáticos pelas BLX (Espaço BLX)
15H00, Passeio na Horta pela Companhia Marimbondo (no recinto à volta dos livreiros)
16H00, Yoga mágico em Família por Sónia Costa
16H00, À descoberta das emoções (Espaço BLX)
17H00, Encontro com a escritora Luísa Ducla Soares pela Editora Livros Horizonte (Espaço BLX)
17H00, Mesa Redonda: O que há de novo? Bruno Vieira Amaral, Quetzal; Daniel Jonas, Assírio & Alvim; Djaimila Pereira de Almeida, Teorema; Moderador: Carlos Vaz Marques (Auditório)
18H00, Poetas do Povo (Pátio dos Bichos)
18H30, Fiadeiras de histórias pelas BLX (Espaço BLX)
19H00, Encontro com a escritora Maria Inês Almeida pela Editora Livros Horizonte (Espaço BLX)
19H00, Passeio na Horta pela Companhia Marimbondo (no recinto à volta dos livreiros)
19H45, Poetas do Povo, Declamação - A Poesia da Língua Portuguesa (Pátio dos Bichos)
20H30, Contadores de Histórias: Histórias no Palácio por Ana Sofia Paiva (Espaço BLX)
21H30, Cinema "Visita ou Memórias e Confissões", Filme póstumo de Manoel de Oliveira (Palco Pátio dos Bichos)


Domingo, 4 de setembro

11H30, Nota a nota - música para bebés por Laura Ferreira (Espaço BLX)
11H30 às 12H30, Pautini e Pautinella -animação de rua pela Companhia Marimbondo (no recinto à volta dos livreiros)
12H00, Jogos Didáticos, Lénia Oliveira, pelas BLX (Espaço BLX)
14H00, Fiadeiras de histórias pelas BLX (Espaço BLX)
14H00 às 15H00, Pautini e Pautinella -animação de rua pela Companhia Marimbondo (no recinto à volta dos livreiros)
15H00, Jogos Didáticos pelas BLX (Espaço BLX)
16H00, Encontro com a escritora Ana Esteves pela Editora Livros Horizonte (Espaço BLX)
17H00, À descoberta das emoções por Andreia Madeira e Rita Vilhena (Espaço BLX)
17H00, Mesa Redonda: Este país. Bernardo Pires de LIma, FFMS; Eduardo Lorenço, Gradiva; Maria de Fátima Bonifácio, Imp. C. Sociais; Moderador: Pedro Mexia (Auditório)
18H00, Poetas do Povo (Pátio dos Bichos)
18H30, Jogos Didáticos, Marina e Maria José pelas BLX (Espaço BLX)
19H00, Histórias no Palácio por Ana Sofia Paiva (Espaço BLX)
21H00, Cinema "Visita ou Memórias e Confissões", Filme póstumo de Manoel de Oliveira (Palco Pátio dos Bichos)"


"Estas são as editoras e os amigos que vão marcar presença na Festa do Livro que decorre no Palácio Nacional de Belém de 1 a 4 de Setembro.

Afrontamento (Edições), Alêtheia Editores, Edições Almedina, Bertrand Editora, Bisturi Livros Técnicos, Chiado Editora, Clube do Autor, Edições Colibri, Livros Cotovia, CTT, Dinalivro Edições - Dinalivro Lda, Prelo Grafica & Editora, Editorial Bizâncio, A Esfera dos Livros, Publicações Europa-America Colombo, Fundação Francisco Manuel dos Santos, Fnac,Gradiva Publicações, S.A., ICS- Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa., LeYaOnline, Lidel Edições Técnicas, Livros Horizonte, Obnósis Editora, Paulinas Editora Portugal, Polícia Segurança Pública, Porto Editora, Grupo Presença, Relógio D'Água Editores, Roma Editora, Edições Saída de Emergência, Edições tinta-da-china, Tell me a store, Vasp Premium, Zero a Oito, Jazz, Livraria Turismo de Macau, Planeta Manuscrito e Verso de Kapa."

"POETAS DO POVO / A POESIA DA LÍNGUA PORTUGUESA 
2,3 e 4 de Setembro 2106 (1ª sessão 18h00, 2ª sessão 19h45)
A palavra em português espalhou-se pelos cinco cantos do mundo e fez-se poesia. É sob este mote que os Poetas do Povo apresentarão três sessões em que, de uma forma informal, iremos explorar e deslumbrar-nos com a extraordinária riqueza e variedade da poesia em português.
Com: André Gago, Caró Lago, Cláudia Lucas Chéu, Cláudia R. Sampaio, Daniel Da Rocha Leite, Fernando Pinto do Amaral, Joana Bértholo, Luís Carmelo, Nuno Costa Santos, Paula Cortes, Raquel Lima, Valério Romão. Músicos: Filipe Valentim, Luís Bastos e Tiago Inuit
Apresentação: Nuno Miguel Guedes

POETAS DO POVO:
'Os Poetas do Povo' são sessões de poesia com periodicidade semanal que a CTL, Cultural Trend Lisbon, no âmbito das actividades anuais do Festival Silêncio, tem vindo a promover no espaço POVO, ao Cais do Sodré, desde Fevereiro de 2013 (160 sessões até à presente data).
'Os Poetas do Povo' têm como objectivo fomentar o prazer pela leitura de poesia e de criar no público o hábito de não só frequentar, mas também o de participar e interagir tornando os Poetas do Povo num evento informal, inovador e também palco para experimentação.
Nestas sessões de poesia quatro convidados declamadores, actores, poetas, performers ou outras personalidades ligadas à Poesia, de acordo com a temática de cada sessão, declamam poemas, textos em prosa ou ainda reflexões pessoais, fazendo por vezes leituras encenadas ou performances a partir dos textos escolhidos.
Há sempre um host ou anfitrião que introduz o tema escolhido, apresenta os convidados e conduz toda a sessão. Na lógica do cruzamento da palavra dita com outras disciplinas artísticas, em cada sessão há também um músico convidado que, de acordo com um plano previamente definido, ilustra musicalmente as leituras dos textos e poemas, sendo estes os verdadeiros protagonistas da noite."

Transportes
Autocarros: 714, 727, 728, 729, 751
Eléctrico: 15
Comboio: Belém
Barco: Belém

Fontes: http://blx.cm-lisboa.pt/noticias/detalhes.php?id=1118
http://www.museu.presidencia.pt/downloads/20160825_evento_festalivropnb_programa.pdf

Opinião "O Chefe - Poder de Atracção"

A Série "O Chefe" é de longe a minha série preferida. Ao longo do ano em que foi editada percebi  que algumas das razões que levavam outras pessoas a não gostar dela, são aquelas que me fazem ter a história de Neil e Sophie no meu TOP 5. 
Embora eu saiba que há por aí umas leitoras que concordam plenamente comigo :)
Mas vamos lá falar deste quinto (e acho que último) livro.
O nome original deste livro "The Baby" teria mais lógica mesmo sem dizer de caras o que acontece mas por cá acho que o subtítulo que lhe deram foge completamente ao propósito. MAS isso agora não interessa para nada. 


Com diz a sinopse e muito bem, nesta fase em que pensamos que estava tudo bem e que não seria necessário ler mais um livro (ahha quem é que eu estou a enganar, claro que quero ler!) aparece algo que vem deitar por terra o que seria a normalidade na vida destes dois ao fim de três anos de relação. 
Porque a vida realmente tem variáveis que não controlamos e é a maneira como apanhamos os pedaços que explodem à nossa volta que mostra a pessoa que somos.
Mas e se tudo o que andámos a fazer foi evitar confrontar os problemas?
E se no dia em que explodimos, depois de tanto esconder os nossos dramas, não temos mais capacidade para nos sentir inteiros e seguir em frente?

Sabem que eu nunca digo nada que revele os detalhes do livro, por isso, pensem no pior que podia acontecer e não devem andar longe.
Posso dizer é que antes do drama estalar os ânimos aquecem e bem, já como estamos habituados com Neil, Sophie e companhia.

"Estavas a pensar em quê? Em ouvir Lana del Rey e fumar um charro contigo, toda nua"
(hahah o quanto me ri!)

Oh Sophie e Neil, é sempre tão bom voltar a ver-vos, a presenciar a razão porque são dos meus pares preferidos mas desta vez custou tanto. Lá para o meio da leitura lembrei-me da frase que outro dia ouvi não sei onde e que era algo assim: "a vida real é o que acontece quando quando o filme romântico acaba".
Hey, com isto não quer dizer que não vale a pena ler. Claro que vale mas fica a nota....vai doer!
Se termina aqui?
Eu acho que sim mas quem sabe!
Eu já não tinha lido este porque tive de me controlar para não chorar na praia. :|

A magnífica série "O Chefe", do meu querido Neil Elwood, é uma aposta

Opinião aos outros livros da série O CHEFE
Opiniões

"O Chefe - Deslumbrada"

"O Chefe - Namorada"

"O Chefe - Noiva"

"O Chefe - A Ex"



domingo, 28 de agosto de 2016

Opinião "Hacker III - Intensidade Máxima"


"Intensidade máxima" entra a abrir num novo capítulo da série que nos conta a história da empreendedora Erica e do milionário investidor e ex hacker, Blake Landon.
Saídos um hiatus imposto por terceiros como medida de segurança pelo bem estar do casal, Erica e Blake fazem tudo por ter um momento a sós, sem família, trabalho ou problemas a rondar.
Mas se não estivessem rodeados desses elementos não seriam tão fiéis a si mesmos.
Blake com o seu desejo avassalador de controlar todos os aspectos da vida de Erica, que para sua paz de alma quer facilitar a sua namorada, estica todos os limites que consegue e mais alguns que nunca deveriam ser ultrapassados.

Mas como amor de Erica e Blake é uma rua de dois sentidos, um mais intenso que outro, mas dois sentidos tal é a força do sentimento que os uns e que os faz lutar, agora e depois de tudo o que já aconteceu, contra todos os contratempos que apareçam no seu caminho.
Mas acham que isto ia acabar por aqui?
Ai não vai não!
Este terceiro volume leva-nos quase a acreditar que tudo vai acabar bem lá mesmo nas últimas páginas para depois nos pregar um estalo e nos deixar  com a pergunta mais clássica no que toca a livros que estão incluídos em séries "o que será que vai acontecer de seguida".
Esse "de seguida" ainda sem data e lançamento tem por base a conclusão desta trama de vontades, desejos ardentes, controlo, cedência total e muita decadência moral.

Até lá, boas leituras :)



A série HACKER é uma aposta

Novidade Topseller "O Casamento Escandaloso de Lady Isabella"

Depois de "A Loucura de Lorde Ian Mackenzie", chega até nós um novo livro de Jennifer Ashley 


Durante o seu baile de debutante, Lady Isabella, de 18 anos, é «roubada» pelo mal-afamado Lorde Mac Mackenzie e casam nessa mesma noite, escandalizando a sociedade londrina. Depois de três anos de um casamento atribulado, Isabella volta a escandalizar Londres ao separar-se de Mac. Destruído pela separação, Mac dedica-se apenas à pintura. Mas sem a sua musa, percebe que também o seu talento o abandonou. Quando Isabella vê exposto um quadro do ex-marido, percebe que se trata de uma imitação e que há um falsificador a fazer-se passar pelo famoso Mac Mackenzie. Um mistério que faz Isabella reentrar na vida de Mac. Quando a sua linda mulher volta a cruzar a porta de casa, Mac percebe que a quer de volta à sua vida e à sua cama e tudo fará para reconquistá-la. Isabella tenta resistir-lhe, mas ao aceitar ser pintada, por ele, em poses eróticas, percebe que o desejo entre ambos é uma força imparável que apenas aumentou ao longo dos anos.

Uma novidade

sábado, 27 de agosto de 2016

Opinião "Prazer Absoluto" de Cheryl Holt

Cheryl Holf foi a primeira autora que li nesta grande cruzada literária que têm sido os livros sensuais e eróticos. Desde 2010 que esta autora tem sido uma constante na minha estante e o verão de 2016 traz mais uma história que eu não podia perder.
Rendam-se ao "Prazer Absoluto".


O primeiro passo no esquema de sedução e engano de Gabriel passou como uma brisa pelos sentidos de Lady Elizabeth. Habituado camuflar os seus romances com viúvas ou mulheres casadas mas infelizes através da sua arte, Gabriel viu em Elizabeth mais um golpe que lhe permitiria manter o estilo de vida desafogado e aristocrata a que ele e o pai, um terceiro filho de Conde desonrado, se habituaram a viver.
Mas desde o primeiro momento que esteve na presença de Elizabeth, a percepção de Gabriel captou algo mais do que a frivolidade e a pretensa ingenuidade características das damas da alta sociedade Londrina.
Elizabeth era algo mais, uma mulher enjaulada pela sua condição de filha única que viveu toda a sua vida sob a alçada de um pai egoísta, tirano e que recentemente se achou no direito de deixar de lado a sua condição de viúvo ao casar com uma jovem debutante, facto que tornou a vida de Elizabeth ainda mais insuportável.
Farta de viver sob a pressão da imagem de boa senhora, Elizabeth tem a audácia de seguir em frente com o plano de ser imortalizada em quadro pelo famoso Gabriel Cristofore.
Mas será apenas a sua beleza que será escrutinada e registada para a eternidade?
Ou haverá oportunidade de na presença de Gabriel se dar largas a um lado mais privado e autêntico de Elizabeth que até então não tinha tido oportunidade de revelar?
Será este o princípio de algo capaz de transformar uma vida ou arruinar com muitas?


Eu adoro estas histórias!
A dicotomia privada e pública de cada personagem adequada à época, a ingenuidade feminina, o salto de fé de quem não tem nada a perder porque toda a vida viveu uma meia existência.
Ahh adoro :) 
E com Cheryl Holt não há quem enganar mas no entanto, parece que desta vez, não cai completamente de quatro pela história e pelas personagens.
Se há um ponto alto da história em que não tenho um aperto no estômago, é sinal que algo de errado de passa. Eu confesso que não me consegui apegar à personagem de Gabriel e gostei bem mais da dinâmica do casal secundário.

Oh Elsa, andas umas esquisita.
No entanto, Cheryl Holt, como sempre, está no meu radar.
Venha o próximo!

Cheryl Holt é uma autora

Novidade Clube do Autor :: "Inseparável"

«Contada nas vozes de mãe e filha, que lutam desesperadamente para suportar o sentimento de perda causado pela brusca separação, a história está muito bem escrita, fazendo com que o leitor não consiga pôr o livro de lado até chegar ao fim.»
5 estrelas, Daily Express


Carmel é uma menina que está desaparecida. Mas não sabe que está perdida.

Depois do divórcio, Beth vive um medo constante. Acima de tudo, receia que a filha de oito anos, Carmel, com tendência para se furtar à vigilância maternal, possa desaparecer. Um dia, com efeito, o seu pior receio concretiza-se. Um sábado, numa manhã de nevoeiro, Beth leva a filha a um festival infantil ao ar livre, separam-se por breves instantes e Carmel nunca mais torna a ser vista. Vestindo o casaco vermelho de que tanto gosta e que a transforma ao mesmo tempo numa mancha reconhecível e num alvo fácil de identificar, Carmel acaba por cair nas mãos de um homem que lhe diz ser o avô há muito desaparecido. Não tendo outro remédio senão ficar entregue à sua nova família, a menina apercebe-se, à medida que os dias se transformam em semanas e meses, de que o avô possui um dom muito especial... Destroçada, Beth empreende uma busca desesperada e solitária, nunca perdendo a fé no reencontro. Carmel, por seu turno, empreende também uma estranha e angustiante viagem, que a obriga a recorrer a todo o engenho que a caracteriza desde pequena, a fim de manter sempre na sua mente (e na memória) a imagem da mãe.

Alternando entre a história de Beth e o relato de Carmel, numa prosa apaixonante e que nos deixa em suspenso até ao fim, Inseparável é um romance inesquecível.

Uma novidade

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Novidade Pergaminho "A Espia" de Paulo Coelho


«Tudo o que sei é que o meu coração é hoje uma cidade-fantasma, povoado por paixões, entusiasmo, solidão, vergonha, orgulho, traição, tristeza. E não consigo desenvencilhar-me de nada disso, mesmo quando sinto pena de mim própria e choro em silêncio. Sou uma mulher que nasceu na época errada e nada poderá corrigir isso. Não sei se o futuro se lembrará de mim, mas, caso isso ocorra, que nunca me vejam como uma vítima, e sim como alguém que deu passos com coragem e pagou sem medo o preço que precisava de pagar.» 

Mata Hari foi a mulher mais desejada da sua época: a famosa bailarina que usava exóticas danças orientais para chocar e encantar as plateias de toda a Europa; a confidente e amante dos homens mais ricos e poderosos do seu tempo; a mulher com um passado enigmático que despertava o ciúme e a inveja das senhoras da mais alta aristocracia parisiense. Uma mulher que ousou libertar-se do moralismo e dos costumes provincianos das primeiras décadas do século XX - e pagou caro por isso. Em A Espia, Paulo Coelho evoca de forma magistral a vida desta magnífica mulher, que nasceu à frente do seu tempo, apresentando-a ao leitor contemporâneo como uma poderosa lição de força e de liberdade.

Uma novidade

Novidade Marcador :: "A Terapeuta"


Hèctor Amat, um ator famoso que sofre de ataques de ansiedade, vê-se envolvido num terrível crime. Sem saber como, nem porquê, aparece num parque de estacionamento, junto de uma mulher assassinada. Por mais que se esforce para reconstituir os seus passos, não consegue lembrar-se do que aconteceu. O tempo e a investigação não jogam a seu favor, por isso, Hèctor decide pedir ajuda como derradeiro recurso para recuperar a memória. Visita então o consultório da psicóloga Eugènia Llort, a terapeuta que o atendeu depois do crime. Esta relação, num primeiro momento profissional, vai-se convertendo num relacionamento de dependência, que atingirá limites nada usuais. Para que Hèctor possa representar, a psicóloga vai todas as noites ao teatro onde ele interpreta Dick Diver, o protagonista de Terna É a Noite. Mas, tal como a sua personagem, um psicólogo que se apaixona por uma paciente, também ele acaba por se apaixonar perdidamente pela terapeuta.

Uma novidade
Para mais informações consultem o site Editorial Presença

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Novidade Saída de Emergência :: "Tens Coragem?"


Addy Hanlon sempre foi a melhor amiga de Beth Cassidy e a sua parceira de confiança. Ambas cheerleaders temidas pelas raparigas da escola, atingiram o pico das suas carreiras no secundário e lideram uma claque intensamente competitiva e admirada por todas as colegas - até ao momento em que chega a nova treinadora. Dominante e carismática, e uma emissária do mundo adulto além do alcance das jovens, a treinadora Colette French seduz Addy e as outras cheerleaders com o seu charme. 

Apenas Beth, incapaz de aceitar a nova autoridade, permanece fora do círculo de confiança da treinadora, tentando por todos os meios recuperar a sua posição como cheerleader de topo. Mas quando um crime abala a comunidade, começa uma investigação policial que tem como alvo as alunas da escola. À medida que se aproxima o final da época, Addy e Beth irão aprender, da pior forma, que as fronteiras entre lealdade e amor podem ser um terreno perigoso num jogo que já ultrapassou todos os limites.

Uma novidade com data de lançamento marcada para dia 15 de Setembro

sábado, 20 de agosto de 2016

Opinião "Deixei-te ir"


Já vos aconteceu estarem muito bem a ler um livro e lá para o meio uma cena vos deixar de tal forma surpreendidas que sentem uma terrível necessidade de voltar ao princípio para confirmar que não se enganaram nem perderam nada pelo caminho?
Com este livro aconteceu-me isso mesmo.
Deixei-me ir na corrente e depois quando levei com um balde de água fria fiquei em estado de alerta até ao final do livro.
E que estrondo é este "Deixei-te ir".

Uma criança morre, um culpado foge, uma mulher destroçada isola-se, um detective luta para contrabalançar as várias facetas da sua vida mas no fim, isso é pouco para descrever o desenrolar do novelo que é a morte de Jacob e os acontecimentos que levaram até a esse fatídico desfecho que é na realidade nada mais, nada menos que o princípio do livro.
Mas não vos querendo confundir, quando eu mesmo me senti assim, só vos posso dizer, muito resumidamente o seguinte:
Do meio para a frente a história ganha um fôlego que nos rouba o nosso, especialmente em cenas que começam a dar sentido a coisas que aconteceram para trás.
Demasiado confuso?
Não é, acreditem!
E por mais que tenha achado a primeira parte um pouco "demorada", tudo faz sentido na segunda e o ritmo do meio para a frente é alucinante.

Acreditem ainda noutra coisa. Terminei a leitura faz mais de três dias e ainda há eventos e personagens que me dão a volta ao miolo. 
Queria falar mais sobre o livro e sobre um tema em específico mas isso seria dar spoilers e garantidamente é a macabra e tão real temática que me prendeu por completo.

Quando cheguei às últimas páginas consegui visualizar na perfeição, bem cá no fundo da minha mente, como seria a adaptação deste livro a filme. Aquela cena crucial do acidente, os ângulos mortos para o leitor, os segredos escondidos...tudo aquilo que nos é apresentado e posteriormente desconstruído até à verdade.


"Deixei-te ir" foi uma boa surpresa deste verão. Acho que devido a esta leitura vou apostar em mais crime e menos romance nestas férias :) 
E já sei qual será o próximo.

Boas leituras :) 

"Deixei-te ir" é uma aposta
Para mais informações visitem o site Editorial Presença

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Quando os livros se tornam filmes :: "Viver depois de ti"


"Viver depois de ti" é, sem sombra de dúvida, um dos meus livros preferidos de todos os tempos.
Lido e chorado em 2013, relido e "sorrido" neste último fim de semana.
Curioso em como já não me lembrava de muita coisa mas adorei rever Lou e Will. Obviamente que blindei o meu coração e partir para esta nova leitura ciente do que me esperava e o mesmo aconteceu com o filme.
Rejubilei com a notícia da sua adaptação, concordei com a escolha de Emília Clarke e San Claflin para os principiai papéis e deliciei-me com as primeiras imagens e trailers.
Talvez por ter relido o livro não consegui dizer que amei o filme, apenas que o adorei. Se não estivesse tão ciente de todos os detalhes deliciosos e emocionantes que compõem o romance de Jojo Moyes poderia ter apreciado de modo genuíno e em primeira mão a metamorfose de Lou e a temporária libertação de Will. E no fim...no fim teria chorado tanto ou ainda mais do que chorei quando li o livro pela primeira vez.

Não leitores, vão ver o filme, apreciem a beleza simplista e resumida do filme mas fiquem a saber que nada, nunca vai substituir o sentimento magnífico de conhecer certas histórias através de um livro, principalmente esta.

Boas leituras :)
Boas idas ao cinema.
Ah e boas férias :D